Cuidado com a pele: saiba 5 dicas essenciais para o inverno - TOPVIEW

Cuidado com a pele: saiba 5 dicas essenciais para o inverno

Com o clima frio e o ar seco, textura seca e escamosa pode ser comum em quem não se cuidar; especialista do IPO Dermatologia explica como prevenir

Compartilhe

Para algumas pessoas, o inverno já é sinal de alerta para a pele. Com o clima – que é naturalmente mais seco – pode ocorrer o comum problema de ressecamento da pele. Em menor ou maior grau, o problema definitivamente é incômodo.

“Mais que a questão estética, o ressecamento da pele pode levar ao aumento do risco de inflamações, sensibilidade e irritação”, explica Fernanda Rosas, dermatologista do IPO Dermatologia. “No inverno, a tendência é que essas incidências aumentem”.

Porém, há algumas dicas para se prevenir e até melhorar a situação da pele durante o período. Veja abaixo:

Evite banhos quentes

É tentador, mas o banho quente pode ser um problema bem grande no inverno. “A água quente demais, além de poder ocasionar queimaduras na pele, também retira toda a sua proteção natural, conhecida como barreira lipídica”, explica Fernanda. “O ideal é que o banho seja morno, numa temperatura agradável, mas sem abusar. E, claro, breve”.

Hidratação faz bem

Durante e após o banho, quem tem a pele sensível pode recorrer aos cremes de forma rotineira. Os sabonetes hidratantes, explica Fernanda, ajudam a minimizar as agressões e nutrem a pele. “As esfoliações da pele nesse período também devem ser feitas com cautela, porque podem aumentar o ressecamento e causar alergias”, alerta.

Beba bastante água

Para Fernanda, a água é importantíssima na preservação da saúde da pele durante o inverno. “A água ajuda muito e faz boa parte do trabalho. Tomar 2 litros por dia é o recomendado para essa época”, conta. “Não é possível estabelecer o quão essencial é, mas com certeza faz muito boa parte do trabalho”.

Use o filtro solar

O filtro solar tem papel de proteção da pele, mas muita gente acredita que é só na exposição ao sol. Como deixa claro Fernanda, os ambientes internos também exigem o uso criterioso do protetor: “a maneira correta de usar o filtro é: a cada 2h em ambientes externos e, em ambientes internos, uma renovação a cada 4h”.

Mantenha uma alimentação equilibrada

O bom funcionamento do organismo, invariavelmente, afeta diversas funcionalidades do corpo. E tudo começa por uma boa alimentação, alerta Fernanda. “Uma alimentação repleta de frituras ou desregrada acaba afetando a pele na maioria dos casos”, afirma. “Uma alimentação leve e equilibrada, aproveitando de todas as vitaminas, tende a reduzir os impactos e fragilização da pele em temperaturas extremas”.

In this article

Join the Conversation