Retrospectiva TOPVIEW 2018: destaques da ADD

Retrospectiva TOPVIEW 2018: destaques da arquitetura e design

Do luxo ao pós-luxo: selecionamos alguns pontos que chamaram atenção durante o ano no mundo ADD

469 0
Compartilhe

Se tem uma lista da Retrospectiva TOPVIEW 2018 que abrange lados opostos é essa. Enquanto destacamos pequenos ambientes versáteis e produções artesanais, mostramos o boom de empreendimentos imobiliários de alto padrão em Curitiba. Assim, todo mundo pode se identificar com um dos pontos altos da arquitetura e design do ano.

Retrospectiva TOPVIEW 2018: destaques da arquitetura e design

Empreendimentos de luxo em Curitiba

Quando vemos prédios de grandes construtoras sendo levantados pela cidade já sabemos: tem coisa boa vindo por aí! E com “coisa boa”, entenda empreendimentos de alto padrão. Os apartamentos de luxo dominaram e cidade em 2018 e chamaram a nossa atenção. Entre eles, o Helbor Landscape Ecoville, Ícaro, Maison Heritage Ecoville e La Serena Plaza España.

Interatividade, sim ou claro?

A interatividade está cada vez mais essencial. Interligar as coisas facilita a rotina e já está sendo muito aplicada. Neste ano, a Internet das Coisas ganhou força e deixou os ambientes super high tech. Sistemas de som e iluminação controlados pelo celular e tecnologias que desligam o fogão por você são alguns exemplos. Para 2019, a inteligência artificial quer encontrar formas de deixar a casa mais relaxante por meio da tecnologia.

Ambientes versáteis

Em contrapartida com o luxo dos empreendimentos de alto padrão, apartamentos menores também foram tendência no ano. Assim, é preciso que o ambiente seja adaptável e versátil, né? O nosso destaque vai para os móveis multifuncionais – e muita criatividade para fazer dos poucos metros quadrados uma casa e tanto!

Curitiba é SUCESSO!

Nós amamos ver os curitibanos crescendo e explorando novas áreas. E foi exatamente isso que aconteceu com a SIM Galeria, dos irmãos Guilherme e Laura Simões de Assis. Com uma galeria sucesso em Curitiba, a dupla se divide entre a capital paranaense e São Paulo – onde abriram outra! Sem falar nas viagens para Miami para participar da Art Basel.

Que tal pensar no coletivo?

2018 foi o ano em que o design e a arquitetura deixaram seu viés humano mais presente. Os projetos voltados para a sociedade buscam deixar o mercado mais inclusivo, desenvolvendo espaços para que todas as pessoas possam disfrutá-lo. A revitalização de parques e praças e construção de bons espaços públicos fazem parte do conceito que conquistou 2018 (alô, calçada verde).

Fibras naturais

Os últimos meses foram de muita sustentabilidade. Os projetos foram pensados para serem construídos com materiais amigos do ambiente, como fibras naturais. Além de serem “do bem”, usar palha, cortiça e fibras de madeira são mais baratas e ainda ajudam no isolamento térmico! Mesmo não sendo muito popular no Brasil, a alternativa já é bem possível e tem de tudo para se tornar queridinha no mundo da arquitetura e design.

Neste Artigo

Converse com a Gente