Saiba os cuidados básicos que você tem que ter com o seu pet

Vai viajar? Saiba os cuidados básicos que você tem que ter com o seu pet

Todo cuidado é pouco na hora de tirar férias com ou sem os pets

378 0
Compartilhe

As tão esperadas férias devem ser um período para se divertir e relaxar. Por isso, os cuidados com os animais de estimação sempre causa preocupação. Um bom planejamento é necessário para uma viagem tranquila, tanto para os pets que vão acompanhar a família durante a viagem, como para aqueles que vão permanecer na cidade.

Confira as dicas do médico veterinário, Dr. Adolfo Sasaki, e aproveite as férias com tranquilidade.

Preparativos para quem vai ou fica

Antes da viagem ou hospedagem em hotel, é preciso consultar o veterinário de confiança e realizar um check up no animal. A emissão de um documento para a comprovação da saúde do pet também pode ser exigido em alguns hotéis e é obrigatório para viagens de avião.

A administração de vermífugos e antipulgas são ainda mais importantes antes da viagem ou estadia em hotel, pois o calor, contato com outros animais, passeios em gramados e locais de grande circulação deixam os eles ainda mais expostos. O tutor pode escolher entre diversas opções de marcas e apresentações de antipulgas e carrapaticidas, como sprays, ampolas pour on, coleiras ou comprimidos.

O pet vai acompanhar a família? Veja os cuidados com transporte e estadia

A segurança durante o trajeto é fundamental. Os gatos devem ser transportados em caixas ou bolsas apropriadas e os cães em caixas de transporte, com peitorais fixos por cinto de segurança ou em cadeirinhas, no caso de raças de pequeno porte.

Os passeios ao ar livre devem ser feitos em horário de menos intensidade do sol, evitando assim que os cães sofram os efeitos do calor excessivo, como mal-estar, hipertermia e queimaduras nas patas e pele. Antes do passeio é fundamental pegar a garrafinha de água do pet e o saquinho de lixo para deixar o ambiente limpo.

O pet não poderá acompanhar a viagem? Confira as dicas para a estadia em hotel ou cuidados com pet sitter

A escolha por hotel ou contratação de pet sitter (pessoa que cuida dos animais na própria residência) depende muito da personalidade do pet. Animais mais medrosos e idosos, além de gatos, podem ficar muito estressados ao serem retirados de seu ambiente e ter sua rotina alterada. Nesses casos, o mais indicado é contratar um pet sitter. Já o hotel pode ser uma boa opção para os animais mais sociáveis e que precisam de mais exercícios.

Se a escolha for por um hotel, é preciso buscar referências e fazer uma visita antecipada para observar as instalações, o conforto, higiene do local e disponibilidade de funcionários para tratar os animais. Outra dica é se informar sobre as precauções durante os horários de muito calor, segurança e conforto dos canis e verificar as atividades físicas propostas, bem como se são realizadas em grupos de cães do mesmo porte e perfil, evitando assim brigas e acidentes.

 

Neste Artigo

Converse com a Gente