CORONAVÍRUS: Como empresas do universo da moda e tecnologia estão reagindo? - TOPVIEW

CORONAVÍRUS: Como empresas do universo da moda e tecnologia estão reagindo?

A Apple divulgou que todas as lojas, exceto as da China, estão fechadas; Supreme e H&M também divulgaram a suspensão das atividades

700 0
Compartilhe

Em tempos obscuros de coronavírus, os governos de diversos países estão tomando medidas duras para evitar o contato e contaminação entre as pessoas como o fechamento de fronteiras e cancelamento de voos vindos de outros países, sobretudo da Europa assim como também estão fazendo grandes eventos e pontos turísticos, como o Festival Coachella e os parques da Disney.

No universo da moda, as coisas não estão muito diferentes. Vários eventos têm seguido essa mesma linha, como o SPFW, que aconteceria em abril, e foi cancelado por conta da pandemia, e as semanas de moda de Tóquio e Seul, que também foram canceladas e aconteceriam ainda neste mês de março.

Em relação ao comércio, lojas de roupas e tecnologia já informaram mudanças e até o fechamento de portas por um período por causa do coronavírus. A Apple, por exemplo, informou a suspensão de atividades em todas as lojas, menos as da China, até a próxima sexta (27).

No mundo da moda, algumas lojas foram afetadas: A Allbirds fica fechada na Europa e EUA até a próxima sexta (27); a Gap fechará temporariamente em lugares com mais risco; o grupo H&M fechará as portas em vários locais da Europa, como Itália, França e Espanha; A Levi’s fecha nos EUA e no Canadá até a próxima sexta (27); A Nike fecha as lojas dos EUA, Canadá, Europa, Austrália e Nova Zelândia até a próxima sexta (27); A Supreme informa, também, o fechamento temporário das lojas, entre outras.

No Brasil

Para evitar a disseminação do coronavírus, o Ministério da Saúde orienta a adoção de algumas medidas protetivas, como evitar contato físico e locais com aglomeração de pessoas, ficar em casa o máximo que puder e lavar as mãos sempre que possível.

Com as orientações, algumas empresas realizaram mudanças positivas e responsáveis para evitar a proliferação do vírus de alguma forma. A Mixed, loja fashion que tem uma unidade no Pátio Batel, em Curitiba, oferece 15% de desconto e frete grátis nas compras online, a fim de evitar que os clientes precisem se dirigir até a loja física e, com isso, encarar aglomeração de pessoas.

Além da Mixed, a L’Occitane En Provence está disponibilizando pias e sabonetes para o público poder lavar as mãos em qualquer das 107 lojas do país gratuitamente. Higiene em primeiro lugar!

A marca de luxo Tânia Bulhões divulgou, também, que tomou a decisão de fechar todas as lojas físicas no Brasil temporariamente. Durante este período, a label oferece desconto inédito de 20% nas compras realizadas pelo site ou por telefone, com frete grátis as vendas realizadas a cima de R$300.

Para os que querem ficar em casa, a Claro Net divulgou que está disponibilizando mais canais e conteúdos de interesse aos clientes de TV por assinatura, reforçando as fontes de informação e entretenimento.

Para os que ainda precisam ir a locais externos, a Claro libera rede de Wi-fi em aeroportos, parques, restaurantes etc. O acesso pode ser feito por meio da rede #NET-CLARO-WIFI, que terá conexão concedida por tempo limitado para quem aceitar a exibição dos vídeos de prevenção disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

*Essa matéria foi atualizada às 15h30 de 19/03/2020

In this article

Join the Conversation