Curitiba ganha incubadora para jovens arquitetos e urbanistas! - TOPVIEW

NEW IN TOWN: Curitiba ganha incubadora para jovens arquitetos e urbanistas!

O projeto é idealizado pelos arquitetos Ismael Gustavo Zanardini e Thatiane Botto de Barros, sócios do Studio BaZa Arquitetura e Interiores

0
Compartilhe

Em novembro, Curitiba se tornou palco de mais uma iniciativa inovadora e precursora, o Atelier 1901 – uma incubadora para arquitetos e urbanistas recém-formados! Com um modelo de negócio inédito, o projeto é idealizado pelos arquitetos Ismael Gustavo Zanardini e Thatiane Botto de Barros, sócios do Studio BaZa Arquitetura e Interiores.

Por isso, com o objetivo de reunir esses profissionais em um espaço que transcende a ideia de coworking, o Atelier 1901 não só disponibiliza espaços individuais para o trabalho, mas também busca colaborar na capacitação dos recém-formados por meio da prática projetual, com o apoio de arquitetos mais experientes e uma rede de parceiros técnicos e artísticos.

 “Somos uma comunidade, um espaço de colaboração e de troca de experiências entre recém-formados em Arquitetura e Urbanismo e outros profissionais com o objetivo de capacitar esses novos profissionais em um lugar em que eles possam se desenvolver e se consolidar nesse início de carreira, sem medo de errar”, destaca Ismael Zanardini.

Como centralizador de projetos, o Atelier 1901 seleciona possibilidades para seu público interno, isto é, os novos arquitetos. Dessa forma, cada projeto é apresentado para o grupo e os arquitetos interessados em desenvolvê-lo devem fazer um estudo preliminar, individual ou colaborativamente.

Além de possibilitar ao cliente uma diversidade de propostas, o Atelier 1901 também se vale do talento desses profissionais. “Eles têm muita vontade de aplicar todo o conhecimento teórico acumulado na graduação no desenvolvimento de projetos ou na participação em concursos, então trabalham de forma dinâmica, colaborando uns com os outros e compartilhando conhecimento”, diz Thatiane.

O espaço

Amplo, arejado e acolhedor, o espaço projetado pelos arquitetos idealizadores é um local de trabalho que pretende não se caracterizar como “um lugar de trabalho”. “A proposta foi criar um ambiente intimista, para que os arquitetos sintam-se à vontade para permear cada espaço e trabalhar de diferentes formas, criando a ideia de pertencimento”, explica Zanardini.

Com capacidade para receber até 60 profissionais em dois turnos, o Atelier 1901 dispõe de trinta posições de trabalho, divididas em mesas compartilhadas que se integram à perspectiva de planos limpos e ambientes neutros. 

As escolhas para o projeto de interiores buscam reforçar o conceito de comunidade que o Atelier 1901 traz para dentro do seu espaço. “Somos um lugar de colaboração e compartilhamento. Traduzimos isso no projeto através da fluidez dos espaços, em estrutura horizontal, onde os arquitetos são estimulados a tomar suas próprias decisões”, comenta Thatiane.

É dessa forma que o Atelier 1901 se abre para ser um espaço inovador e receber seu público interno. Esse, embora motivado e com vontade de conquistar seu lugar no mercado, sai da graduação com muitos medos e inseguranças. “Somos uma incubadora, existimos para que os profissionais estejam em um espaço seguro para se desenvolverem, sem medo de errar, em uma relação em que todos ganham, os arquitetos, parceiros e a comunidade”, completa Zanardini.

Serviço:
Endereço: Rua Voluntários da Pátria, 400, Centro – Curitiba/PR
Site: www.atelier1901.com.br
Contato: contato@atelier1901.com.br
(41) 3069-1901
(41) 98733-9932

In this article


Join the Conversation