Lucca Cafés Especiais: com a mão na massa! - TOPVIEW

Com a mão na massa!

À frente da padaria do Lucca Cafés Especiais, Eduardo Freire consolida a tradição da família nos negócios ligados ao trigo

357 0
Compartilhe
lucca café especiais

Economista por formação e com pós-graduação em Gestão de Projetos, Eduardo Freire, 34 anos, trocou o setor administrativo pela cozinha. Mais especificamente pela padaria do Lucca Cafés Especiais, onde diariamente coloca a mão na massa e gerencia o trabalho de outros experts da área. Freire tem uma relação antiga com a farinha e com a produção de pães. Ele pertence à terceira geração de uma família envolvida com os negócios ligados ao trigo.

Seu avô foi dono de um dos primeiros moinhos de Curitiba, seu pai empresário no setor de insumos e aditivos para a indústria de panificação. Como economista, por quase uma década trabalhou na empresa do pai implementando diversos tipos de projetos e teve a oportunidade de se aproximar de pequenos empreendedores do segmento. Foi assim que descobriu os pães de fermentação natural e decidiu dar início a uma produção caseira.

A iniciativa era para consumo próprio, mas acabou ganhando forma depois que começou a presentear os amigos e receber encomendas. Com vontade de aprender mais sobre o assunto, que aos poucos foi se transformando em uma nova profissão, Freire embarcou para os Estados Unidos, onde foi estudar San Francisco Baking Institute, na Califórnia (EUA). “Essa mudança de papéis foi uma surpresa para mim”, relembra Freire.

Eduardo Freire em visita à Fazenda Baronesa, em Palmeira (PR), que participa do projeto Trigo de Origem.

De volta ao Brasil, Freire uniu seu projeto pessoal a uma parceria com o Lucca Cafés Especiais, que já investia em cafés de alta qualidade. A casa trabalha com um novo conceito de cardápio, que valoriza o pão de fermentação natural, juntamente com o café. O jovem padeiro também é um dos idealizadores de projetos como o Trigo de Origem, ao lado do empresário Marcelo Vosnika, da Moageira Irati. O objetivo do movimento é resgatar a fermentação natural na panificação brasileira e tem como cenário o Paraná, que é o maior produtor de trigo no país, com uma safra estimada em 3,2 milhões de toneladas em 2019.

Com a farinha produzido em três fazendas paranaenses, os profissionais de panificação conseguem uma matéria-prima mais pura, genuína e de maior estabilidade. “O resultado é um pão mais leve, saboroso e de melhor digestão”, comenta Freire.

Lucca Cafés Especiais e Pães de Fermentação Natural
Al. Presidente Taunay, 40 – Batel Tel.: (41) 3016-6675
luccacafesespeciais.com.br
@luccacafesespeciais

*TVBC originalmente publicado na edição 231 da revista TOPVIEW.

In this article


Join the Conversation