Os vinhos de altitude de Santa Catarina e os encantos da rota dos vinhos

Os encantos da rota dos vinhos da Serra Catarinense. Você já conhece?

Aproveite o passeio para atualizar sua adega com três rótulos imperdíveis

Compartilhe

As maravilhas de Santa Catarina vão muito além das belíssimas praias e das paisagens idílicas do interior. Após anos de dedicação nos vinhedos e investimentos em pesquisas e mão de obra qualifi cada, o estado conquistou um lugar de destaque na produção de vinhos brasileiros de qualidade. A localização estratégica e o clima frio da Serra Catarinense formam o terroir perfeito para que as uvas amadureçam de forma lenta e completa.

Em meio às belezas da região, como a Serra do Rio do Rastro, variedades de uvas diversas crescem espalhadas por dezenas de vinhedos situados entre 900 e 1.400 m acima do nível do mar, garantindo um alto padrão de produção com características próprias dos terrenos de altitude.

Muitas vinícolas acreditaram no potencial do turismo e investiram pesado em estrutura para atender apreciadores. Propriedades exuberantes, com tecnologia de ponta, alta gastronomia e hotelaria de charme fazem da Rota dos Vinhos de Altitude uma viagem inesquecível.

Leia mais:

Temos o guia completo para você desfrutar o vinho natural!

Dezenove vinícolas integram o circuito, dividido em duas regiões produtoras: o Vale do Contestado e a Serra Catarinense. Na primeira, em Água Doce, a Villaggio Grando é uma visita imperdível. O lugar é fabuloso.

Na Serra Catarinense, arredores de São Joaquim, algumas vinícolas ficam próximas umas das outras, o que facilita visitar mais de uma propriedade no mesmo dia. A Villa Francioni, uma das mais tradicionais e mais visitadas da região, oferece hospedagem, um bistrô e até uma galeria de arte.

Outra dica é a Leoni di Venezia, onde os destaques são as variedades italianas, como as tintas Sangiovese, Montepulciano e Primitivo e a branca Garganega. Além de contar com um restaurante que serve o clássico entrevero serrano, ela oferece hospedagem: quatro aconchegantes suítes com uma bela vista para o campo. Também vale conhecer as vinícolas próximas Monte Agudo e a Villaggio Bassetti.

Imperdível, ainda, é a nova Thera, em Bom Retiro. Ela é a “caçula” da região, mas o cultivo de uvas ali é antigo. Por enquanto, há um espaço para degustações, restaurante, bar e sala de aula para cursos de degustação e uma pousada boutique, com sete suítes.

Todas as vinícolas sugeridas oferecem visitas guiadas com degustação. Durante a vindima, em março, há programação especial e a procura é muito maior, assim, a sugestão é de sempre efetuar previamente a reserva.

Adega do mês: três vinhos de altitude da serra catarinense

Villaggio Bassetti Donna Enny Sauvignon Blanc R$ 133
Thera Rosé R$ 97,90
VF Villa Francioni R$ 129,90

In this article

Join the Conversation