Artigo: cirurgia plástica é perfeita no final de ano

Arnaldo Korn, diretor do Centro Nacional Cirurgia Plástica, explica porque esse período é ideal para realizar o sonho de procedimentos mais simples

635 0

Fim de ano, 13º salário e férias. Muita gente aproveita para viajar e outras passam o ano todo planejando um sonho muito desejado: realizar a cirurgia plástica. Com os “defeitinhos” naturais do corpo e que incomodam muita gente, está é época perfeita para quem deseja ter o corpo como gostaria. Afinal, muitas mulheres não suportam colocar um biquíni sem estarem satisfeitas com seu reflexo no espelho. Está na hora de aproveitar o dinheiro extra que chega e dar um fim aos “incômodos” do corpo com uma boa cirurgia plástica.

“Hoje, todos tem o sonho de corrigir alguns defeitinhos que incomodam no corpo, que não são solucionados apenas com dieta, tratamentos estéticos ou academia, mas necessita de um procedimento cirúrgico”, explica Arnaldo Korn, diretor do Centro Nacional – Cirurgia Plástica. Por isso, homens e mulheres aproveitam o bônus do décimo terceiro salário e também a época de férias, assim ficando mais acessível e fácil de fazer.

Mas, além disso, após se preparar fisicamente e financeiramente, é muito importante pesquisar as opções de médicos cirurgiões, os métodos usados, como se deve proceder antes e após a operação, entre muitos outros detalhes para evitar os problemas de saúde e transformar o sonho em pesadelo. Além de obedecer ao tempo de repouso pós-cirúrgico, outro detalhe que deve ser observado é que o que é muito rápido ou o mais barato pode sair caro. Por isso, é importante escolher o médico especialista que se aproxime mais da necessidade do paciente e que tenha boas recomendações e registros regulamentares.

Perguntar sobre tudo também é preciso: tempo de internação, riscos envolvidos, anestesia, tempo de internação, pós-operatório. No caso de próteses de silicone é necessário ficar atento, pois isso influencia diretamente no preço do serviço e na saúde do paciente. Por isso, o processo é longo e deve-se fazer um planejamento para a recuperação. Ver quanto tempo das férias irá pegar ou se precisará se ausentar do trabalho por alguns dias, pois a licença trabalhista só é concedida em caso de doença, acidente ou cirurgia reparadora, para procedimentos estéticos não há como abonar os dias faltosos.

“A preparação é importante, mas é sempre necessário fazer os cálculos de tudo: preço e tempo. Planejar-se financeiramente para ocorrências quaisquer e ausência nos afazeres do dia a dia também.”, afirma Korn. Mas, quem não se organizou, mas quer investir o 13º nesse sonho do aperfeiçoamento corporal, há como dar uma entrada e financiar o restante do valor da cirurgia plástica, pois existem alguns órgãos e instituições que realizam esse tipo de serviço, como é o caso do Centro Nacional – Cirurgia Plástica. Funciona como um intermediador de serviços administrativo-financeiros, assessorando pacientes perante médicos e hospitais, com o objetivo de intermediar e organizar as questões financeiras entre um e outro, além de todo o procedimento da cirurgia. Para conferir acesse www.plasticaparcelada.com.br

Neste Artigo

Converse com a Gente