Descubra os fatos sobre orgasmo e libido durante a menstruação - TOPVIEW

Descubra os fatos sobre orgasmo e libido durante a menstruação

Só com mais informação as mulheres podem entender mais sobre o próprio corpo, vencer o tabu e descobrir o prazer

Compartilhe

Na próxima sexta-feira, 31, celebra-se, comemora-se ou aproveita-se – esperamos! – o Dia do Orgasmo. A data foi criada em 1999 por uma rede de sex shops da Inglaterra e acabou se popularizando pelo mundo, uma data especial para jamais ser esquecida. O tema é um dos que mais gera curiosidade entre as pessoas quando se fala em relação sexual. Muitas pessoas acham que entendem tudo sobre o clímax feminino, mas nem todo mundo faz certo.

O orgasmo feminino infelizmente ainda é um assunto pouco falado e seus benefícios vão além do prazer. Pouca gente sabe, mas o orgasmo, por exemplo, resolve a cólica menstrual como um passe de mágica. Isso acontece porque ele ajuda o útero a contrair e depois provoca um relaxamento, o que alivia muito as dores. Outra grande vantagem é para quem tem dores de cabeça. Um estudo feito pela International Headache Society mostra que 60% mulheres dessa amostra sentiram a melhora na enxaqueca após o orgasmo.

“Existem vários tipos de orgasmos e em várias áreas diferentes que não só genital. Podemos chegar ao orgasmo com estimulação no clítoris, vagina, colo do útero, ponto G, seios, ânus, durante o sono, durante o parto e várias combinações desses todos. Além disso, o orgasmo pode ser com ou sem ejaculação,”, conta Mariana Betioli, obstetriz e fundadora da marca Inciclo.

Segundo, Edward Laumann – da Universidade de Chicago, somente 29% das mulheres chegam ao orgasmo com o parceiro. Por isso, para chegar ao “ápice”, é necessário que todas conheçam seus corpos para aproveitar ao máximo o prazer sexual.

Outro ponto sobre o orgasmo que gera bastante dúvida é o aumento da libido no período menstrual, segundo pesquisa realizada neste ano pela Inciclo, 85,9% das mulheres relata aumento de libido durante a menstruação.  O corpo sofre uma alteração hormonal para que aconteça a menstruação e isso faz com que as mulheres sintam mais desejo sexual. Somado a isso, a região da vulva e da vagina pode ficar mais sensível – ou seja: mais possibilidades de prazer!

No entanto, como fazer sexo quando a mulher não quer expor o seu período menstrual para o parceiro ou parceira. Pensando nesses casos, a Inciclo desenvolveu o Lovin que é um disco menstrual, ele permite que você faça sexo naqueles dias sem fazer bagunça! E ainda tem todos os benefícios de um coletor menstrual. “Ao usar o disco menstrual nada muda em relação à lubrificação. As glândulas responsáveis pela lubrificação vaginal ficam logo na entrada do canal”, explica Mariana Betioli.

Abaixo algumas informações sobre o uso do disco no período menstrual:

  • Quem pode usar: O Lovin pode ser usado por todas as mulheres independente da idade ou intensidade do fluxo. A única contraindicação é o período pós-parto, quando não se deve usar nenhum produto de uso interno;
  • Ao usar o disco, há alguma mudança na lubrificação: como explicado acima, nada muda em relação à lubrificação. O Lovin fica mais no fundinho, portanto não impede a liberação desses fluídos.
  • Qual o intervalo de tempo para colocá-lo antes da relação: O ideal é colocar o Lovin antes de estar excitada porque quando estamos estimuladas, a vagina fica mais longa e pode ser mais difícil de colocar. Você pode ficar com o Lovin por até 12 horas. É recomendado esperar pelo menos 30-60 minutos para retirar porque esse é o tempo que a vagina leva para voltar ao comprimento normal.
  • Ele é um contraceptivo: Apesar do Lovin ser muito parecido com um diafragma, ele não deve ser usado com essa finalidade. Não foram feitos estudos suficientes que possam comprovar a sua eficácia como contraceptivo.
  • Colocar o Lovin depois do sexo também pode ajudar a engravidar: Algumas mulheres colocam o Lovin para manter os espermatozóides próximos do colo do útero e isso pode sim ajudar a “encurtar o caminho” e mantê-los mais perto do útero.
  • Os modelos: A musculatura do assoalho pélvico até muda com a idade e o fato de ter passado pela gestação, mas o Lovin é tamanho único porque a distância entre o fundo do saco posterior e o subpúbis é muito semelhante entre as mulheres e o disco menstrual é bem flexível, por isso é tamanho único;

Decidimos dar destaque para a pergunta mais importante de todas sobre o uso do produto, todos querem saber se o parceiro/parceira sente o disco menstrual durante o ato: “Nadinha! Nem você e nem a pessoa com quem você está se relacionando vão sentir nada. Inclusive algumas mulheres optam por nem dizer que estão usando e o(a) parceiro(a) nem percebe”, finaliza Mariana.

In this article

Join the Conversation