Coluna: Empreendedorismo por necessidade - TOPVIEW
Compartilhe

Empreender é trazer para a sociedade uma solução para uma lacuna, inovando e criando alternativas de negócios com sucesso. É sinônimo de realizar, executar, tentar; é saber identificar as oportunidades e com criatividade transformá-las em organização lucrativa. Vivemos hoje a oportunidade de mudar conscientemente.

A “quarentena” e uma possível recessão a caminho, trouxeram cenários econômicos difíceis que atingiram especialmente o trabalhador autônomo. Com a diminuição da renda familiar e o desemprego surgiram dificuldades reais em conseguir sustento para sobreviver, essa realidade tem obrigado muitas pessoas a empreender, é o que chamamos de empreendedorismo por necessidade.

Diante de tantas demandas, o ideal é ter todos os passos planejados. Isso ajuda a evitar erros e, consequentemente, minimizar prejuízos. (Foto: Unsplash).

O INTRAEMPREENDEDORISMO POR NECESSIDADE
Além do empreendedorismo por necessidade como a única solução, também tenho observado o surgimento do “intraempreendedorismo por necessidade” (termo meu), por exemplo, restaurantes que sempre foram avessos a utilização de aplicativos de entrega ou próprio delivery, moldando seus negócios para esse modelo.

O intraempreendedorismo é indispensável para empresas já estabelecidas que ao alcançar determinado nível de estabilidade a tendência das empresas é ver reduzidas seu potencial empreendedor. Hoje diploma não é o que basta para alcançar sucesso no mercado de trabalho. A proatividade, capacidade de inovação e o perfil empreendedor aplicado em prol da empresa é o que se destaca.

INOVAÇÃO DIGITAL PARA SUPERAR A CRISE
Transformação digital é a chave. A crise favorece os negócios digitais e isso dever ser foco tanto das micros e pequenas empresas como das grandes empresas, encarando o momento como uma oportunidade única e quem ainda não está no e-commerce ou no mercado digital deve apostar fortemente nisso.

(Foto: Unsplash).

5 dicas para aproveitar o máximo as tecnologias e prosperar na crise

1. Mantenha calma: Enxergue oportunidade na histeria, se organize direcionando o foco para o lugar certo.

2. Vídeo é rei: Invista no audiovisual, vídeos profissionais e fotos de alta qualidade fortalecendo a presença da sua marca no mercado. A qualidade e chances de fechar vendas são proporcionais. Vídeos no YouTube, Facebook, Instagram encantam o cliente.

3. Atendimento rápido online: É a maneira encontrada de continuar atendendo, dê consultorias, ofereça cursos, etc.

4. Delivery e pagamento online facilitados: A variedade de formas de pagamento online é muito importante, Paypal, MercadoPago, PagSeguro é muito importante, rapidez e facilidade de entrega.

5. Não esqueça do Pós-venda: Ser digital não significa esquecer o tratamento pessoal com seu cliente, e checar sua satisfação. É o que fará o diferencial do seu negócio.

Minhas dicas do mês

LIVRO
“Empreenda com menos”
Giovanna Baccarin

FILME
À procura da felicidade

IG
@thiago.nigro

CURSO
Cursos gratuitos oferecidos pela Bovespa

*Coluna originalmente publicada na edição #235 da revista TOPVIEW.

In this article

Join the Conversation