1 cavalo vs 780 cavalos - TOPVIEW
Compartilhe

O campeão dos campeões brasileiros, da raça Mangalarga Marchador, Luar de Malboro, é um animal de extrema beleza e marcha inigualável. Acumula 47 títulos no currículo e está avaliado em mais de R$ 5 milhões. Com esse valor, é possível comprar uma Ferrari F12 TDF, que entrega 780 cv de potência, atinge 100 km/h em 2,9 segundos e chega a 340 km/h, valendo R$ 4 milhões. Vejamos qual é o melhor investimento: cavalos de raça ou carros de luxo?

Ferrari

Para começar, o IPVA de uma Ferrari F12 equivale a R$ 159.000,00. Ao sair da concessionária, o carro perde cerca de 15% do seu valor e diminui com o passar do tempo. Alguns gastos extras são previstos, como revisões mensais, eventuais reparos e problemas com peças. Essas peças são difíceis de achar no Brasil e seu custo é alto. Um farol de neblina chega a custar R$ 10.000,00. Apesar do prazer em passear em um carro lindo e potente, o custo é alto, com retorno financeiro nulo.

Cavalo puro-sangue

(Foto: divulgação).

Após a conquista de um título, o sêmen do cavalo se torna artigo de luxo, podendo chegar a R$ 5 mil e ser colhido várias vezes na semana. Éguas inseminadas por um cavalo puro-sangue, candidatas a gerar potros de um campeão, podem chegar a R$ 2 milhões. E uma “cobertura” de um garanhão nacional varia de 3 a 20 mil reais. O setor equino no Brasil movimenta mais de R$ 16 bilhões por ano, segundo a ABCCMM, e as grandes exposições chegam a negociar mais de R$ 25 milhões. Luar de Malboro pode não ser zero quilômetro nem alcançar altas velocidades, mas é um investimento mais rentável. A própria Ferrari, reconhecendo o valor desses belos animais, lançará em, 2021, o primeiro SUV da marca, que se chamará Puro-Sangue.

*Matéria originalmente publicada na edição #233 da revista TOPVIEW.

In this article

Join the Conversation