6 novos designers que prometem honrar Karl Lagerfeld - TOPVIEW

A Era pós Lagerfeld: conheça seis criadores que honram a criatividade do designer

Confira os novos designers que prometem fazer sucesso - ou já estão fazendo

1233 0
Compartilhe

O kaiser fashion, que comandou as grandes casas Chanel e Fendi até o seu último suspiro, em 19 de fevereiro deste ano, deixa uma grande ausência nesse universo – seja por suas declarações polêmicas, pelos desfiles que eram verdadeiros shows ou pelas criações que influenciavam todo o mundo. Mas o legado fashion continua com nomes extraordinários que estão revolucionando o mercado e o modo de vestir, à frente de grandes maisons. Apresentamos, a seguir, seis criadores que honram a criatividade de Karl Lagerfeld.

Virgil Abloh – Diretor artístico masculino da Louis Vuitton

Era pós Lagerfeld
(Foto: reprodução).

Com apenas 38 anos, Abloh é arquiteto, engenheiro, designer, criador da marca hype Off-White e diretor artístico masculino de uma das maiores grifes do mundo fashionista. O novo precursor do streetwear no mercado de luxo tem ganhado destaque entre os millenials, principalmente porque traz uma pegada tradicional aliada aos tempos modernos. Abloh é a tradução da cultura jovem, que traz o famoso hi-lo do estilo das ruas para as passarelas!

Alessandro Michelle – Diretor criativo da Gucci

Era pós Lagerfeld
(Foto: reprodução).

A entrada do designer italiano, em 2015, marcou o início de uma nova era para a Gucci. Michele não lembra o reinado supersexy e nem a idealização da mulher nos antigos legados da marca, mas imprimiu sua marca pessoal – e supereclética –, fazendo a brilhante revolução na emblemática casa italiana. Michele, que já passou também pela Fendi, traz um jogo de referências pessoais em suas criações: aristocracia, jardins ingleses, fauna e flora, universo geek, música e excentricidade, além de uma estética super-retrô, que abrilhanta os olhos dos apaixonados por moda.

Kerby Jean-Raymond – Diretor criativo da Pyer Moss

(Foto: reprodução).

A Pyer Moss traz um dos nomes mais comentados e destacados na atual geração. Kerby, ainda em ascensão, já foi listado pela Forbes como uma das 30 personalidades com menos de 30 anos para se ficar de olho. Ele vem revolucionando o mundo fashion com coleções que desafiam as narrativas sociais, inserindo em suas criações temas culturais como o racismo, a brutalidade policial contra os negros e outras críticas sociais.

Demna Gvasalia – Diretor criativo da Balenciaga

Era pós Lagerfeld
(Foto: reprodução).

O designer de Sukhumi, no leste europeu, deu outra identidade para a marca assim que assumiu a direção criativa, em 2015, e elevou o status da maison no mercado – que, então, não era do melhor. Demna Gvasalia adora causar polêmica, transformando peças do cotidiano em artigos de alto luxo, bem como itens julgados como “feios” em grandes sucessos de venda. Designer-chefe da própria marca de streetwear, a Vêtements, Gvsalia passou por Louis Vuitton e Maison Martin Margiela, mas foi apresentando a moda com conforto, funcionalidade e modernidade em suas criações, bem como com a radicalização da Balenciaga, que o designer se consagrou.

Maria Grazia ChiuriARIA GRAZIA CHIURI – Diretora artística da Dior

(Foto: reprodução).

É a primeira mulher à frente da Dior em toda a história da marca, que ela assumiu após 17 anos de carreira na Valentino, trazendo uma nova abordagem: o feminismo. Mesmo sendo criticada pela repetição do tema nas coleções, ela não abre mão de traduzir, entre linhas e costuras, a voz feminina nas criações luxuosas, com propostas inspiradas nas antigas coleções da casa, aliadas ao seu pensamento criativo e moderno.

Clare Waight Keller – Diretora artística da Givenchy

Além da grande fama que ganhou ao desenhar o vestido de casamento da duquesa de Sussex, Meghan Markle, Clare possui um currículo brilhante: passou pela Calvin Klein, Ralph Lauren, Gucci e Chloé. Primeira mulher a assumir a marca, ela mistura sua própria assinatura com um estilo mais forte e sofisticado, com referências da maison francesa, na qual explora um lado mais moderno, com alfaiatarias de ombros e cinturas fortes e bem marcados.

Neste Artigo


Converse com a Gente