Conheça as EcoJoias, mercado que inova em matérias-primas - TOPVIEW

JOIAS DE CAFÉ? Isso mesmo! Conheça o mercado de EcoJóias

O mercado das joias cresce cerca de 6% ao ano, o que impulsiona as marcas a buscarem novas matérias primas, mais naturais e ecológicas

809 0
Compartilhe

A tendência do mercado das jóias de apostar em novas – e surpreendentes – matérias-primas atingiu o mercado de luxo. E ela veio com o nome de Ecojoias. Legal, né?

Entre os designers que estão apostando na novidade, está Virgil Abloh, diretor artístico da Louis Vuitton masculina. Após publicação em seu Instagram, Abloh revelou que sua nova coleção, feita a partir de clipes de papel, inclui colares, brincos e um acessório. UAU!

 
 
 
 
 
Visualizar esta foto no Instagram.
 
 
 
 
 
 
 
 
 

“Jacob”

Uma publicação compartilhada por @ virgilabloh em 14 de Jan, 2019 às 6:54 PST


Em 2018, a Dell, empresa de computadores, também entrou para o mercado das jóias com o lançamento de uma linha, feita com ouro reciclado das placas-mãe dos computadores. A coleção foi lançada em parceria com a marca Bayou with love.

São nove itens diferentes ao todo na coleção, que traz uma combinação de ouro e opalas
A coleção utiliza o ouro de placas-mãe recolhidas pela fabricante de computadores

Já a startup brasileira Recoffee Design divulgou, ainda em 2018, mais de 60 produtos, entre jóias e luminárias que reutilizam borra de café. O estudo da marca resultou em um processo laboratorial com a borra de café e aglutinantes naturais, desenvolvendo um material rígido, de baixa densidade e biodegradável que pode ser explorado de várias formas pelo mercado das jóias.

A proposta surgiu a partir da reflexão sobre ciclos produtivos e impacto ambiental
Os produtos aliam design moderno e consciência ambiental

 

Neste Artigo

Converse com a Gente