Conheça as grifes que abandonaram as peles de animais - TOPVIEW

LUXO ÉTICO! Victoria Beckham entra para a lista das grifes que abandonaram as peles de animais!

A lista de marcas que eliminaram as peles exóticas das coleções cresce cada vez mais

Compartilhe

Ao que tudo indica, os dias das peças de pele animal estão com os dias contados. Finalmente, as marcas estão compreendendo e aceitando a tal da consciência ética com a confecção de suas linhas. O motivo? Cada vez mais, as grifes abandonam o uso de peles de animais e partem para o uso do couro fake – e nós estamos mais que felizes!

A mais nova marca a entrar para o mundo ético e racional é da icônica e – nossa eterna Spice Girl – Victoria Beckham. Além das roupas, os acessórios também não serão mais produzidos utilizando as peles de animais, e a estilista conta que essa decisão espelha não somente a vontade da marca, mas dos clientes.

Conheça 6 marcas que se posicionaram contra o uso de peles e aboliram de suas coleções!

Chanel

A maison francesa anunciou no mês de dezembro o fim do uso de peles de animais em suas coleções. Karl Lagerfeld, o designer ICÔNICO que estava a frente da marca até sua morte, em fevereiro, apontou que a decisão não terá impacto nas futuras coleções, além de nunca ter feito parte da essência Chanel.

Versace

2018 foi um ano incrível para a grife italiana queridinha dos famosos! Donatella Versace, a maravilhosa representante da marca, declarou em redes sociais “Pele? Estou fora disso”, e foi muito aplaudida pelos internautas, ativistas e amantes do mundo da moda.

Gucci

A marca italiana assinou, em 2017, um termo com a Aliança Livre de Pele, organização que visa acabar com a exploração animal na indústria da moda. A gente ama!

Michael Kors

Acredite! Michael Kors também entrou para a lista de marcas que se posicionaram contra o uso de peles e surpreendeu muita gente pela decisão, já que a identidade da maison sempre esteve ligada a este tipo de peça. A escolha foi feita em 2017 e segue forte nos novos conceitos e modos de produção!

Burberry

A marca, que também anunciou o fim do uso de peles nas coleções no ano de 2018, prometeu eliminar todos os itens já criados com esse tipo de confecção. Marco Gobetti, a frente da maison, declarou que “luxo moderno significa ser social e ambientalmente responsável” – e a gente super concorda!

Givenchy

A marca queridinha da duquesa de Sussex, Meghan Markle, não utiliza pele nas suas confecções desde 2018.

In this article

Join the Conversation