CIRURGIA PLÁSTICA: Lipo de papada é a melhor opção para eliminar o "queixo duplo" - TOPVIEW

CIRURGIA PLÁSTICA: Lipo de papada é a melhor opção para eliminar o “queixo duplo”

Lipoaspiração na região elimina a gordura do local de forma eficiente e pode ter resultado ainda melhor se combinado com o lifting

651 0
Compartilhe

Papada, queixo duplo… Muita gente se incomoda só de ler essas palavras, né? E o problema do acúmulo de gordura nessa região pode ter diversas causas, como idade, excesso de peso e genética.

Segundo o cirurgião plástico Mário Farinazzo, “tal acúmulo de gordura ocorre tanto em homens quanto em mulheres, praticamente com a mesma frequência, e acaba afetando a autoestima dos pacientes. Infelizmente, quando o problema já está acentuado, não é possível diminuí-lo apenas com a redução de peso, sendo necessário realizar alguma intervenção”. As mais comuns são as microinjeções de ácido deoxicólico, o lifting de pescoço e o lifting de papada, cita o médico.

A microinjeção é a técnica menos invasiva, porém mais lenta e com resultados menos perceptíveis do que os da lipoaspiração, de acordo com o cirurgião. “Quando os pacientes apresentam um volume muito grande de gordura na região, o resultado pode não ser o desejado. O tratamento conta com quatro a seis sessões de cerca de meia hora de duração, com intervalo de um mês entre elas”, explica.

Já o lifting de pescoço, se feito isoladamente, não diminui o excesso de gordura, por isso é uma boa intervenção quando combinada com a lipo.

A lipo de papada, por sua vez, é uma cirurgia realizada com anestesia local e sedação e que, na grande maioria dos casos, traz os melhores resultados para retirar o excesso de gordura. Ela tem os resultados potencializados quando é feita em combinação com o lifting, já que ele retira o excesso de pele da região. O paciente começa a perceber o resultado em seis semanas e cerca de seis meses depois já consegue ter o resultado definitivo, destaca o cirurgião.

Sobre a recuperação, a da lipo de papada é relativamente simples se comparada a outros procedimentos cirúrgicos.

“Logo após a cirurgia, é recomendável utilizar uma faixa elástica e dormir com a cabeça elevada. As atividades de trabalho, caso não envolvam esforço físico, podem ser retomadas em menos de uma semana; atividades físicas intensas devem ser evitadas por pelo menos 30 dias. Caso saia de casa durante o dia, não se esqueça de aplicar filtro solar”, completa o médico.

Por fim, o Dr. Mário Farinazzo enfatiza que para a segurança e certeza de resultados satisfatórios, qualquer cirurgia deve ser discutida e realizada com um cirurgião plástico responsável, com registro ativo na área e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

In this article

Join the Conversation