Oficinas virtuais do MON já alcançaram mais de 165 mil pessoas - TOPVIEW

Oficinas virtuais do MON já alcançaram mais de 165 mil pessoas

As oficinas são postadas periodicamente duas vezes por semana nas redes sociais do museu

40 0
Compartilhe

Fechado ao público temporariamente desde o mês de março, o Museu Oscar Niemeyer (MON) oferece diversas oficinas artísticas virtuais que podem ser feitas em casa, por toda a família. Preparadas especialmente para o período de quarentena, elas já foram acessadas por mais de 165 mil pessoas.

“A arte e a cultura têm se mostrado essenciais neste momento de isolamento social e os números do MON comprovam que estamos no caminho certo. Apesar de fechados fisicamente para o público, mantemos e intensificamos a aproximação de forma virtual em todos os espaços culturais do Governo do Estado”, afirma a superintendente da Cultura, Luciana Casagrande Pereira.

As atividades oferecidas pelo MON são apresentadas de maneira fácil e didática, a partir de vídeos ou PDFs ilustrados, orientados pelos educadores do Museu e possíveis de serem feitas utilizando materiais simples que geralmente as pessoas têm em casa.

“As oficinas contemplam diversas vertentes artísticas, como desenho, pintura e fotografia, e são todas inspiradas em obras dos artistas que fazem parte do acervo ou de exposições do MON, o que pode ser uma brincadeira divertida e ao mesmo tempo educativa para as famílias durante esse período de quarentena”, explica a diretora-presidente do Museu, Juliana Vosnika.

Entre as oficinas disponíveis em vídeo estão “Desenho Projetado”, inspirada na obra de Julio Le Parc, e “Fotografe sua Cor Favorita”, criada a partir do trabalho de Tomie Ohtake. Outros exemplos são “Que Monstrinho Tem seu Nome” e “Desenho na Lixa”, inspiradas nos artistas Rafael Silveira e Péricles Varella, respectivamente.

Postadas periodicamente duas vezes por semana nas redes sociais da instituição, as oficinas permanecem disponíveis nesses canais. Essas e todas as outras atividades elaboradas após o fechamento temporário do Museu também podem ser encontradas aqui.

In this article

Join the Conversation