MON recebe exposição que mescla arte e cartografia

MON recebe exposição que mescla arte e cartografia

Mapas da Coleção Santander Brasil encontram obras de artistas contemporâneos em nova mostra

1045 0
Compartilhe
A nova exposição do MON traz uma nova visão sobre cartografia e a arte contemporânea.

Cartografia é o tema principal da nova exposição do Museu Oscar Niemeyer (MON). A mostra “A vastidão dos mapas – Arte contemporânea em diálogo com mapas da Coleção Santander Brasil” abre nesta quarta-feira (31) e traz um conjunto de mapas originais dos séculos XVI ao XVIII do núcleo de cartografia da Coleção Santander Brasil.

Uma imersão no mundo da cartografia é feita através de um diálogo instigante com obras contemporâneas que se relacionam com questões como o mapeamento do espaço, das fronteiras, dos deslocamentos e fluxos territoriais, econômicos, culturais e subjetivos. Com curadoria de Agnaldo Farias, a exposição promete deixar uma marca e promover uma interação e análise crítica sobre arte e suas relações com o mundo. Para o curador,  “o desejo de produzir mapas e modelos de toda ordem deve-se aos limites da nossa percepção, condenada ao que se alcança com os olhos e ouvidos”.

A mostra busca trazer a cartografia dos séculos XVI e XVIII com intuito de apresentar o papel fundamental que os mapas tiveram – e ainda têm – para o conhecimento e domínio de território. Relacionando com o refinamento atingido pela ciência cartográfica, a exposição reconhece a importância da arte contemporânea para disseminar novas ideias visões e interpretações.

O público poderá encontrar mais de 90 obras de artistas dos séculos XVI ao XVIII como Jocodus Hondius, Justus Danckerts, Guillaume de L’Isle, Joan Blaeu, Henricus Hondius, Arnoldus Montanusaos. Já representando os artistas contemporâneos, estão nomes como Adolfo Montejo Navas, Angelo Venosa, Anna Bella Geiger, Chang Chi Chai, Carmela Gross, Feco Hamburguer, Fernando Zarif, Guga Szabzon, Humberto Guimarães, Lina Sôlha, Manoel Veiga, Marcelo Brodsky, Marcius Galan, Nelson Leirner, Rafael Assef, Rodrigo Torres, Sylvia Amélia e Vik Muniz.

Entre as principais obras expostas, está o mapa mais antigo da coleção, de Giacomo Gastaldi, feito em 1556. A mostra fica em cartaz até o dia 6 de agosto.

Serviço

Museu Oscar Niemeyer – Rua Marechal Hermes, 999

De 31 de maio a 6 de agosto de 2017

Visitação: terça a domingo, das 10h às 18h

Ingressos: R$ 16 e R$ 8 (meia-entrada)

Dias e horários especiais

Toda quarta gratuita com programação especial: 10h às 18h

Primeira quinta do mês: horário estendido até 20h, gratuito após as 18h.

Programação especial todos os domingos

Para mais informações: 41 3350 4400



Join the Conversation