Conheça os lugares perfeitos para comer lámen em Curitiba - TOPVIEW

Conheça os lugares perfeitos para comer lámen em Curitiba

Descubra 10 lugares na cidade que oferecem o tradicional prato japonês

8660 0
Compartilhe

Muito consumido no Japão, o lámen – que é muito mais incrementado do que a versão instantânea, pronta em três minutos – tem ganhado mais fãs com a receita original. Por aqui, o prato caiu no gosto dos curitibanos, principalmente no inverno. Prova disso são os 10 lugares encontrados pela reportagem que oferecem a iguaria.

Um lámen de verdade é composto por três partes: o caldo, cozido lentamente por quatro horas, pode ser à base de soja (missô), shoyo, lombo suíno ou karê (ingrediente aromático indiano); o macarrão (feito com farinha de trigo, água e sal); e os acompanhamentos, como carne, ovo cozido, broto de feijão, shitake, algas… Varia muito de um lugar a outro. Como você pode ver na relação de lugares que servem lámen em Curitiba.

Fujii Box

O sushibar/mercearia serve, tanto na Mercadoteca quanto no Mercado Municipal, duas opções de lámen. O shoyu lámen é mais leve, feito em um caldo à base de frango e legumes. Já o tonkotsu missô lámen traz um caldo mais encorpado, feito a partir de osso de porco. A porção pequena (R$ 27,50) serve bem uma pessoa. A grande (R$ 38,50), é ideal para os famintos ou para dividir.

Na Mercadoteca: Rua Paulo Gorski, 1.309, Mossunguê. Telefone (41) 3114-3247. De terça a sábado, das 10h às 23h. Domingo, das 10h às 20h.

No Mercado Municipal: Av. Sete de Setembro, 1.865, Centro. Telefone (41) 3114-8393. De terça a sábado, das 11h30 às 16h. Domingo, das 11h30 às 15h.

Kandoo

Famosa pelos sushis, sashimis e nigiris, a casa oferece lámen no sistema à la carte tanto no almoço quanto no jantar. Há lámen à base de missô, de shoyo ou apimentado por R$ 32,90, feito nos moldes tradicionais, com lombo de porco, broto de feijão, ovo cozido e algas. Já a opção vegetariana custa R$ 29,90.

Rua Dr. Alexandre Gutierrez, 732, Batel. Telefone: (41) 3206-3206. Horário de atendimento varia de acordo com o dia. Indicamos consultar o Facebook deles.

Kare Ya Juvevê

A casa especializada em karê também serve lámen, mas apenas no jantar. São duas opções: o missô lámen e o shoyo lámen (R$ 29). A massa que eles utilizam é fresca e vem de São Paulo, o molho, é receita da casa. Acompanham tyashu (lombo), ovo cremoso, moyashi (broto de feijão), cebolinha, milho e alga nori.

Rua Augusto Stresser, 724, Juvevê. Telefone (41) 3152-6666. De segunda à sábado, das 18h30 às 22h30.

Lamen House

Este é um clássico. Há 10 anos em Curitiba, foi o primeiro estabelecimento da cidade a servir lámen no melhor estilo “como se faz no Japão”. O dono, Tatsuya Sodeyama, atende o cliente, vai para a cozinha, serve a iguaria e recebe a conta no fim da refeição. Por isso, é importante ir com paciência. Tudo é feito como antigamente. Lá você encontra shoyu, missô e shio (apenas no sal) lámen a R$ 28 cada, na cumbuca bem servida.

Rua Petit Carneiro, 272, Água Verde. Telefone: (41) 3342-8767. De segunda a sábado, das 11h30 às 14h30, e das 18h45 às 22h45.

Maneki Lamen

Endereço novo na cidade, o Maneki é especializado em lámen, já conquistou fama na cidade pelas porções generosas e sabor “autenticamente japonês”. São três opções: de missô, shoyo e karê – essa mais apimentada. O tamanho tradicional custa R$ 25, tamanho especial (30% maior) custa R$ 30 independentemente do sabor. O diferencial é que a massa é feita por eles mesmos. Acompanha moyashi (broto de feijão), cebolinha e tudo o que manda a receita original.

Visconde de Guarapuava, 2.800, Centro. Telefone: (41) 4101-6067. De terça a sábado, das 11h às 15h, e das 18 às 22h. Domingos, das 11 às 15h.

Miyako

O restaurante japonês no Rebouças tem a opção do lámen à la carte. Missô e shoyo lámen custam R$ 34 cada, mas a receita, aqui, sobre algumas modificações. No lugar da carne suína, o cliente escolhe entre camarão ou carne bovina. Entre os complementos, há kani, brócolis, brotos, cebolinha verde e algas. Sugestão disponível tanto no almoço quanto no jantar.

Av. Pres. Getúlio Vargas, 1.011, Rebouças. Telefone: (41) 3223-6532. De terça a sábado, das 11h30 às 14h, e das 19h às 23h.

Nakaba

O tradicional restaurante japonês também oferece lámen, na opção à la carte. No almoço e jantar, tanto o missô quanto o shoyo lámen saem a R$ 46 cada – a porção é individual. Há mais de 40 anos em Curitiba, eles preservam a receita tradicional do prato, com lombo suíno, ovo cozido, brotos, algas…

Av. Vicente Machado, 2.121, Batel. Telefone: (41) 3013-3343. Horário de atendimento varia de acordo com o dia. Indicamos consultar o Facebook deles.

SushiArte

Reconhecido na cidade pela qualidade dos sushis e sashimis, o restaurante oferece, agora no inverno, lámen em quatro opções: shoyo, missô, karê (à base do tempero indiano) e “tchampon”, uma receita que o chef aprendeu com a família japonesa, que traz no molho ingredientes como gengibre, alho e caldo de frango, “é um lámen que esquenta muito”, diz. Os lámens custam entre R$ 28 e R$ 38 e estão sempre no cardápio do jantar. No almoço, sob consulta.

Av. dos Estados, 95, Água Verde. Telefone: (41) 3022-7704. De segunda a sábado, das 11h30 às 14h, e das 19h às 23h.

Tatibana

Também oferece lámen no cardápio à la carte. A opção da casa é o tempurá lámen, com caldo de porco, tempurá de legumes e outros complementos tradicionais, como algas, brotos e ovo cozido. Custa R$ 33,40.

Rua Pasteur, 106, Batel. Telefone: (41) 3016-2262. Almoço de segunda a sexta, das 11h30 as 14h30, finais de semana e feriados das 1h30 as 15h30, o jantar funciona todos os dias das 18h30 as 23h30.

Tuna

O Tuna oferece duas opções de lámen: shoyu lamen e missô lámen, por R$ 36, com caldo apimentado de frango temperado com missô, barriga de porco, ovo, cebolinha, nori e acelga. Apenas no jantar.

Rua Heitor Stockler de França, 396, Centro Cívico. Telefone: (41) 3532-5002. De segunda a sábado, das 19h às 23h.

In this article


Join the Conversation