Curitiba: do verde ao vinho - TOPVIEW

Curitiba: do verde ao vinho

Vinícolas localizadas na Região Metropolitana de Curitiba oferecem experiências sofisticadas e imersivas sem perder o charme

Compartilhe

Curitiba sempre foi reconhecida mundo afora pelas suas belezas naturais e seus parques exuberantes. Considerada a cidade mais verde do Brasil e da América Latina, a eterna capital modelo agora vem conquistando respeito em outra área: o turismo do vinho. Seja para passear por belos vinhedos nos arredores da cidade ou conhecer as belezas de uma cave subterrânea que oferece a mesma condição de guarda de espumantes que uma cave em Champagne, na França, a capital paranaense abriga também uma das mais respeitadas adegas do mundo. São inúmeras atrações para os amantes dos vinhos.

Não é preciso ir muito longe do centro da cidade para passear por belos vinhedos. A Vinícola Legado, em Bateias, Campo Largo (na Região Metropolitana  de Curitiba), oferece uma experiência enogastronômica com direito a participar da colheita, na época da vindima, e, ainda, degustar os diversos rótulos da vinícola em um piquenique entre as vinhas. Outra opção para quem busca uma experiência em meio à natureza é a Vinícola Araucária, em São José dos Pinhais, no pé da exuberante Serra do Mar, em que é possível conhecer as belezas da região serrana e aprender sobre todo o processo de elaboração do vinho, com direito a um passeio guiado.

Restaurante Durski (Foto: Gerson Lima)

Outra sugestão de programa imperdível é se deixar levar pela atmosfera nostálgica da Cave Colinas de Pedra, em Piraquara. O local possui um túnel ferroviário que data de 1883 e foi transformado em uma belíssima cave para envelhecimento de espumantes. As condições climáticas de armazenamento nesse túnel são as mesmas encontradas em uma cave de Champagne, o que propicia o ambiente perfeito para as borbulhas descansarem e adquirirem a complexidade necessária. É possível ver de perto todo esse processo de maturação por meio de um passeio inesquecível pelo túnel, utilizando uma plataforma elétrica que desliza por 154 metros, quando, por fim, os visitantes são convidados a degustar os espumantes da casa. A Cave Colinas de Pedra também conta com um espaço gastronômico, a Estação Roça Nova. Trata-se de uma antiga estação de trem restaurada que abriga restaurante e loja.

Para quem procura exclusividade e sofisticação na seleção de vinhos, a dica é a adega do Restaurante Durski, reconhecida internacionalmente pela primorosa seleção dos seus vinhos. Recentemente, foi premiada pela quarta vez com o prêmio de excelência pela prestigiada publicação norte-americana especializada em vinhos Wine Spectator. São mais de 2.500 rótulos e mais de 100 safras de 26 países, sendo a safra mais antiga de 1780.

De uma ponta a outra, da terra à taça, as opções de entretenimento para os fãs de vinhos são diversas em nossa bela Curitiba.

*Coluna originalmente publicada na edição #240 da revista TOPVIEW.

In this article

Join the Conversation