Coworking: escritórios flexíveis viram tendência no pós-pandemia - TOPVIEW

Coworking: escritórios flexíveis viram tendência no pós-pandemia

Empresas de boxes self storages inovam e entram nesse mercado para atender nova realidade empresarial

Compartilhe

A pandemia da Covid-19 está deixando uma herança para a forma com que as empresas trabalham. Companhias que antes ocupavam andares completos de prédios, agora retomam as atividades com estruturas físicas mais enxutas. Realidade trazida pela adaptação ao novo cenário financeiro e também pelo modelo de trabalho em home office, que deu certo para muitos profissionais. Nesse cenário, os coworkings têm sido uma das soluções encontradas para uma rotina de trabalho mais flexível, tanto para colaboradores quanto para empresas.

Com mais de 100 unidades no Brasil, os coworkings oferecem um ambiente profissional, com estrutura até então bastante utilizada por pequenas empresas, freelancers e autônomos. Na nova realidade de trabalho, em que locais e horários fixos já não são mais obrigatórios por muitas empresas, profissionais de todas as áreas também têm visto nesses espaços uma forma de exercer suas funções de maneira remota, sem a informalidade de casa e com toda a estrutura de um escritório.

Os coworkings também têm sido uma opção para as próprias empresas, que desmontaram sua estrutura comercial, mas ainda precisam de locais para reuniões presenciais ou até mesmo um endereço físico para negócio. “Além do benefício de ter o espaço coworking para reuniões de equipe ou de atendimento aos clientes, a empresa pode ter um endereço fiscal e comercial”, explica a gerente de operações da Espaço A+ Self Storage, Rousy Mary Rojas, que ampliou o espaço e criou salas próprias para esse segmento, em apoio aos boxes, que podem ser usados para armazenamento de estoque de e-commerces e papeladas.

In this article

Join the Conversation