Circuito Elegante lança selo que atesta preparo de hotéis e pousadas para garantir segurança dos hóspedes no combate à COVID-19 - TOPVIEW

Circuito Elegante lança selo que atesta preparo de hotéis e pousadas para garantir segurança dos hóspedes no combate à COVID-19

Selo Safe & Clean garante segurança e conforto para a retomada do turismo

Compartilhe

Segurança é mais do que nunca o que as pessoas desejam e precisam. No momento atual a palavra ganha um novo significado e aparece diretamente atrelada às indicações da Organização Mundial da Saúde para ajudar na contenção do novo Coronavírus.

Encarando a nova realidade que se estabelece a cada dia no Brasil e no mundo o Circuito Elegante, que certifica e recomenda os melhores estabelecimentos de hospedagem no Brasil há mais de 17 anos, lançou o selo Safe & Clean. Mais do que estabelecer protocolos e criar manuais de higienização, o selo é um certificado que garante aos hóspedes padrões elevados de segurança sanitária.

O projeto está em andamento há cerca de um mês e o número de estabelecimentos já certificados chega a 30. A intenção é que esse número cresça à medida que mais hotéis e pousadas voltem a funcionar e se adequem às rígidas exigências. O selo Safe & Clean oferece treinamento para os colaboradores e realiza auditorias comandadas por Priscila Bentes, CEO do Circuito Elegante e conta com o apoio da Unilever, que garante o fornecimento de produtos de limpeza, além de contribuir com treinamentos de capacitação, chancelados pelo Bureau Veritas, um dos líderes mundiais em serviços de teste, inspeção e certificação.

Priscila se orgulha de que este seja o resultado do apoio e união de diretores e proprietários dos estabelecimentos que fazem parte do Circuito Elegante. “Nos organizamos em comissões para coletarmos dados e elaborarmos os protocolos de forma completa e segura. Nossa meta era ser eficaz e surpreendente, sem excessos. É o momento de sermos assertivos”, explica a idealizadora do projeto.

“Todos ficamos felizes com o resultado e nos trouxe a certeza de que juntos, apesar de pequenos, nos tornamos grandes e fortes para seguirmos adiante. Em breve o turismo nacional será fortemente aquecido! Nossos protocolos trazem o que há de melhor dentre as normas recomendadas pela Anvisa e OMS. Muitas delas já foram implementadas em outros países e, ajustadas à nossa realidade de pequenos meios de hospedagem, nortearam a construção do nosso selo, que conta também com o aval médico e jurídico de especialistas que amam viajar pelo nosso país”, completa.

O documento, por exemplo, orienta que o check-in seja feito sempre pela internet, para evitar aglomerações e filas na recepção, e que o cartão-chave do quarto seja entregue em saquinhos biodegradáveis ao hóspede. Na hora do check-out, a conta deve ser enviada eletronicamente (por e-mail ou mensagem via aplicativo) e as chaves devem ser depositadas num recipiente próprio para isso. Na chegada ao hotel, todos os hóspedes serão submetidos à medição de temperatura consentida e terão suas malas desinfectadas por lâmpadas UVC, próprias para examinar possíveis vírus e bactérias.

Em relação à limpeza, as novas normas preveem que os filtros de ar condicionado dos quartos sejam limpos sempre após cada check-out. Funcionários envolvidos na limpeza dos quartos e na lavagem das roupas de cama deverão usar EPIs, equipamentos de produção individual como os usados por médicos e enfermeiros em hospitais.

Os hotéis que aderirem ao certificado vão receber material padronizado, de frascos de álcool em gel a máscaras para os funcionários em duas cores. Para reduzir custos os treinamentos e capacitações serão online. Será produzido para o público um vídeo com os detalhes sobre as novas normas.

Todas as informações estão reunidas no site. O projeto prevê também a criação de um aplicativo interligado aos sistemas administrativos dos estabelecimentos, que facilite todo o processo de trocas de informação e interação com os hóspedes e colaboradores.

As normas serão aplicadas à medida que cada hotel seja autorizado a reabrir. Elas foram pensadas para um futuro próximo, quando a ameaça da Covid-19 ainda for algo presente e também para um futuro a médio e longo prazo já que, na opinião de Priscila Bentes, boa parte dessas regras devem permanecer.

“O mundo mudou. Pode até ser que a partir de algum momento as pessoas não precisem mais andar de máscara por todos os lados, mas certos procedimentos de segurança e limpeza devem ficar de vez e nosso Selo safe & Clean será muito importante para manter a confiança dos hóspedes que estão acostumados a ter conosco as melhores experiências nos destinos mais cobiçados do Brasil e, que como todos, além de muita vontade de voltar a viajar, também está preocupado com a saúde.”

In this article

Join the Conversation