27ª edição do Festival de Curitiba trará Karina Buhr, Denise Fraga, Malvino Salvador e até ópera rock dos Titãs

Até o dia 8 de abril, o Festival vai promover mais de 400 atrações, entre espetáculos teatrais, musicais, oficinas e palestras

0

O Festival de Curitiba começa a transformar a capital paranaense em um palco pela 27ª vez. De 27 de março a 8 de abril, mais de 400 atrações – entre produções teatrais, musicais, debates, palestras, oficinas e gastronomia – vão reunir artistas e plateias, do Brasil e do exterior, em mais de 90 espaços da cidade e da Região Metropolitana.

Teatros, praças, ruas e até uma kombi e uma garagem se transformarão em ribalta para artistas conhecidos do público, como Denise Stoklos, Denise Fraga, Tuca Andrada, Ricardo Tozzi, Luisa Arraes, Mel Lisboa, Reynaldo Gianecchini, Caio Blat, Renata Sorrah, Malvino Salvador e a banda Titãs.

Os ingressos para o Festival estão à venda pelo site, pelo aplicativo “Festival de Curitiba 2018” e nas bilheterias instaladas no Shopping Mueller e ParkShopping Barigüi. O valor varia entre gratuito e R$ 70. Há 384 sessões grátis e 138 no sistema “pague o quanto vale”, em que o público escolhe o quanto paga.

Festival de Curitiba 2018

Mostra – reúne os espetáculos convidados pela curadoria, formada por profissionais atuantes que acompanham o cenário nacional e internacional para traçar um panorama relevante e diverso do que é produzido;

Interlocuções – integrante da Mostra, e com programação inteira gratuita, o Interlocuções promove debates, oficinas, encontros, lançamento de livros, exibição de filmes e outras experiências para aprofundar a troca de ideias entre artistas e público;

Fringe – não tem curadoria, isto é, a participação é voluntária e os espetáculos recebem apoio de produção do Festival de Curitiba. Em 2018 serão 372 atrações, em 1.500 apresentações. Algumas companhias se organizam por afinidades artísticas e criam suas próprias mostras dentro do Fringe. Este ano serão 20;

Guritiba – voltado ao público infantil e juvenil, chega à 10ª edição com espetáculos teatrais, musicais, além de promover ações sociais itinerantes;

MishMash – com o foco em programação familiar oferece atrações variadas como mágica, malabarismo e comédia para divertir todas as idades;

Risorama – sob os cuidados do humorista Diogo Portugal reúne os melhores performers de stand up comedy do país;

Gastronomix – evento musical e gastronômico, carinhosamente chamado de “quermesse de alta gastronomia”, oferece um variado cardápio criado por grandes chefs brasileiros, a preços acessíveis, em um clima descontraído que muda a rotina do Museu Oscar Niemeyer no último final de semana do Festival.

Abertura e principais atrações do Festival

A coreografia “Gira”, do mineiro Grupo Corpo, abre o Festival e integra o Movva, divisão de dança da Mostra 2018, que inclui os espetáculos “Inoah” e “Corpo Sobre Tela”.

Sete trabalhos convidados são estreias nacionais: “Inoah”, “Denise Stoklos em Extinção”, “Domínio Público”, “Tristeza e Alegria na Vida das Girafas”, “A Ira de Narciso”, “Se o Título Fosse um Desenho Seria um Quadrado em Rotação” e “Cabaret Macchina”, da curitibana Selvática, com participação da cantora Karina Buhr e que se apresenta na Rua da Cidadania da Matriz. Estas duas últimas, mais os espetáculos “Colônia” e “The Machine To Be Another – A Máquina de Ser Outro” são atrações grátis da Mostra 2018.

Também há a pré-estreia de “Doze Flores Amarelas”, a ópera rock dos Titãs, de Branco Mello, Sérgio Brito e Tony Bellotto.
“The Machine to Be Another – A Máquina de Ser Outro” (Espanha), “Vamos Fazer Nós Mesmos – Let’s Do It Ourselves” (Holanda) e “Tristeza e Alegria na Vida das Girafas” ( França) são as três atrações internacionais da Mostra 2018.

Serviço

27º  Festival de Curitiba_www.festivaldecuritiba.com.br

Neste Artigo


Converse com a Gente