TOPVIEW

Styling para o seu sorriso

A coloração pessoal e o visagismo são técnicas para analisar como harmonizar melhor seu rosto com as cores

Sorrir é bom e todo mundo gosta. E para fazer com que ele brilhe, não basta apenas fazer um bom alinhamento dos dentes. É preciso, também, executar o que chamamos de harmonização com o todo: alinhar a saúde dos lábios, das gengivas e dos dentes.

Alinhá-los e manter a higiene mais profunda em dia é importante, mas você sabia que existem outros elementos que podem rejuvenescer ou causar efeito rebote e envelhecer o seu sorriso?

Você já deve ter ouvido falar nos profissionais que realizam estudos para montar a sua paleta de cores, analisar qual é o tipo do seu corpo e quais os estilos de roupas mais combinam com o seu perfil. Pense comigo: se as cores podem favorecer ou desfavorecer os sinais de expressão, as manchas e as olheiras no rosto, o que a cor do seu batom pode fazer com o seu sorriso? 

Ele pode contrastar com seus dentes assim como a nossa pele bronzeada faz, deixando a impressão de que nossos dentes são mais brancos – já que nossa pele está mais escura. Quando um batom contrasta de maneira não harmoniosa com seus dentes, ele pode dar a impressão de que eles são mais escuros ou amarelados, prejudicando o seu visual. Já os dentes amarelados normalmente estão relacionados com o envelhecimento do sorriso.

Outro ponto importante que cria um aspecto bastante rejuvenescedor para o rosto todo são os preenchimentos labiais. Com lábios mais cheios e carnudos, sua aparência também fica ainda mais harmônica.

Para solucionar essas questões, o mais indicado é procurar um dentista especializado e seus profissionais correlatos de confiança. 

 

PROBLEMAS BUCAIS MAIS COMUNS

  • cáries
  • placas
  • alinhamento dos dentes
  • bruxismo
  • tensões
  • dores na articulação temporomandibular (ATM)

 

Atores

Os 4 sorrisos mais bonitos 

Margot Robbie 

(Foto: reprodução)

 

Lupita Nyong’o

(Foto: reprodução)

 

Zac Efron

(Foto: reprodução)

 

George Clooney 

(Foto: reprodução)

 

*Matéria originalmente publicada na edição #264 da revista TOPVIEW.

Deixe um comentário