Saiba por que a água hidrogenada é considerada a melhor água do mundo

Saiba por que a água hidrogenada é considerada a melhor água do mundo

Considerado “o melhor do mundo”, o líquido virou tendência no exterior com a promessa de retardar o envelhecimento, prevenir doenças e auxiliar no emagrecimento

1388 0
Compartilhe

Você já ouviu falar em água hidrogenada? Também conhecido como água hexagonal, o produto se apresenta ao mercado como “a melhor água do mundo”. Virou tendência no exterior e, agora, chega com mais força ao Brasil. Entre as celebridades que a consomem, estão os atores norte-americanos Zac Efron e Blake Lively, além do canadense Ryan Reynolds.

O marketing em torno do produto fala que o hidrogênio é o elemento mais importante para as células, já que as mitocôndrias precisam dele para produzir a energia necessária ao crescimento e à regeneração do corpo. Fala-se muito também de uma potencial propriedade anti-inflamatória.

Entusiasta da água hidrogenada, o espanhol Juan Torrontegui, autor de Segredos Para Viver 100 Anos com Saúde, explica que a molécula de água enriquecida com hidrogênio é menor que a normal, o que ajuda na penetração e hidratação. “Ela é capaz de atravessar a barreira encefálica, coisa que nenhum outro antioxidante faz”, conta.

Fabricantes surgidos de todos os lados recomendam o consumo de até três litros de água hidrogenada por dia, com a promessa de que, em algumas semanas, a pessoa já se sinta melhor hidratada, com mais energia e bem-estar.

Nos Estados Unidos, garrafas de água hidrogenada são encontradas por US$ 3 e há máquinas que são vendidas por mais de US$ 1 mil para produzir a bebida em casa.

Origem e dúvidas

Rui Bocchino, clínico-geral da Paraná Clínicas, conta que os primeiros estudos sobre água hidrogenada foram realizados no Japão, na década de 1960. “Apesar de não serem tão recentes, os estudos também não são tão conclusivos”, diz.

Aparentemente, o consumo pode ser benéfico, mas não há como afirmar quanto. Para o médico, há exagero em torno da bebida. “Acho cedo para pontuar qualquer conclusão. São necessárias mais pesquisas”.

Jennifer Partika, nutricionista do Hospital Santa Cruz, também recomenda parcimônia com a publicidade sobre o produto retardar o envelhecimento, prevenir doenças e auxiliar no emagrecimento. “Não existem estudos científicos confiáveis que embasem tudo isso. As pessoas devem cuidar com falsas promessas, pois normalmente as ‘águas da moda’ são mais caras e não condizem com a propaganda toda”.

Enquanto as dúvidas sobre a água hidrogenada persistem, Jennifer deixa dois alertas aos consumidores: cuidar com a quantidade de minerais ingeridos, especialmente se a pessoa tiver pedra no rim ou tendência a desenvolvê-las, e não confiar em receitas caseiras, pois, na tentativa de prevenir algumas doenças, pode-se acabar desenvolvendo outras

*Matéria publicada originalmente por Bianca Smolarek na edição 209 da revista TOPVIEW.

Neste Artigo

Converse com a Gente