SELF

Saiba como fortalecer a cartilagem do seu pet

Exercícios pesados ou de impacto podem comprometer saúde dos ossos dos bichinhos; alimentação adequada e suplementação com colágeno auxiliam

Assim como os seres humanos, o passar do tempo afeta um tecido importante do organismo dos animais de estimação: as cartilagens, que revestem e protegem a superfície dos ossos na região das articulações. Com os danos nesses amortecedores naturais, os bichinhos podem sentir incômodo, dor, dificuldade de locomoção e desenvolver doenças, como osteoartrite e degeneração articular.

“Exercícios pesados ou de alto impacto e alimentação com deficiência de proteínas estão entre as principais causas do problema”, afirma o veterinário Allan Romulo Ferreira Muche, sócio proprietário da Univittá Saúde Animal e da Nanofarma. Pesquisas apontam que a osteoartrite, doença articular degenerativa que destrói as cartilagens, afeta mais de 20% dos cães com mais de um ano de idade. E 90% dos gatos com mais de sete anos têm degeneração articular.

Veja algumas dicas do veterinário:

Evite impactos: Não acostume seu pet a fazer ações de impacto, como pular de locais altos e ações semelhantes. Isso pode prejudicar cartilagens, ossos e músculos. Há opções no mercado como rampas para subir em cama e mesmo almofadinhas que servem como amortecedores, por exemplo.

Passeios sem excesso: Se seu pet gosta de passear, não exagere. É claro que o exercício físico é essencial para pets, mas veja com o seu veterinário quanto tempo você deve caminhar ou correr com o seu bichinho para evitar forçar muito as articulações dele.

Comer bem: alimentação adequada é essencial. Prefira rações mais completas (premium e superpremium), porque elas já vêm com todos nutrientes que o seu pet precisará para o dia a dia saudável.

Suplementação com colágeno: Se o seu cão é idoso, e mesmo para cães jovens ou adultos, a suplementação com peptídeos de colágeno é uma boa opção para evitar doenças das articulações ou mesmo reduzir dores e regenerar tecidos.

Consulte o especialista: Em caso de dúvidas, a principal dica é levar o seu bichinho para um veterinário. Só o especialista poderá detectar se o animal tem algum problema de saúde, se sua dieta está adequada e se precisa de alguma suplementação.

Deixe um comentário