A mulher se torna mãe - TOPVIEW

A mulher se torna mãe

“Muitas mudanças ocorrem no seu corpo desde o momento da concepção, e isto cobrará uma ação, tanto física quanto emocional.”

Compartilhe

É naquele momento, sozinha em um banheiro, em casa ou onde a ansiedade permitir, com um teste de farmácia na mão que nasce uma mãe. A confirmação por exames ratifica o que já se sabe: tudo vai mudar a partir de agora. Mas, desta vez, exclusivamente neste contexto vamos tratar o “tudo” sem falar dos desafios de estar com um bebê, hoje a conversa é especificamente com a mulher. Aqui o assunto não é a maternidade, mas sim a mulher que se tornou mãe.

Sim, hormônios e corpo fazem parte deste pacote que eleva o patamar de mulher para: mulher e mãe, estar preparada antes, durante e depois fará a diferença. “Muitas mudanças ocorrem no seu corpo desde o momento da concepção, e isto cobrará uma ação, tanto física quanto emocional. A forma para manter-se ativa durante todo o processo de gravidez é importante para garantir uma gestação tranquila e até um par-to mais preparado”, relata o médico Eliseu Portugal, que atua na área de comportamento alimentar, estética e fisiologia do envelhecimento.

Mais do que a preocupação com o corpo pós-gestação, há a necessidade de lidar com as mudanças diárias do período gestacional, sem contar o que acontece depois do ápice, mais conhecido como parto. Questões como controle de peso, alimentação, boa hidratação e ainda um plano de atividades podem fazer a diferença nas formas corporais do pós-parto. De acordo com o Dr Eliseu é depois que chega o bebê que será possível ver o reflexo do que aconteceu durante todos os meses da gestação “Depois do parto, o organismo leva pelo menos 40 dias para se recuperar dos efeitos da gestação. A mulher fica debilitada, devido ao próprio parto, a privação de sono, por conta dos cuidados com o bebê, ao próprio aleitamento, que literalmente suga. Por tudo isso, precisa manter a alimentação balanceada e variada, e começar com atividades físicas aos poucos e sob orientação”.

Com o auxílio do Dr. Eliseu Portugal buscamos dicas para que este período em momento algum seja de preocupação, e o foco, quase que exclusivo, na saúde do bebê. Para isso, é importante lembrar que é necessário estar preparada, de maneira leve, mas essencial.

Dicas

Durante: Consumir água, acompanhamento do obstetra, acompanhamento nutricional, controle de peso, hidratação da pele

Pós: Consumir água, alimentação balanceada, começar com atividades: caminhadas, RPG e atividades físicas, drenagem linfática (ajuda a reduzir a retenção de líquido no corpo e diminui os inchaços típicos da gravidez, auxiliando, assim, na redução da celulite). Desde os primeiros dias de pós-gestação a importância de hidratantes para firmar a pele, com D pantenol, vitamina E, óleos vegetais, silícios orgânicos. Após a fase de amamentação podemos entrar com tratamentos para as estrias e a flacidez, tais como peeling, carboxiterapia, laser Lavieen, radiofrequência ULTRAFORME III e estimulação russa e plataforma forma vibratória, aliado à nutrição e as reposições de vitaminas.

In this article

Join the Conversation