LIDE Paraná apoia projeto que ajuda os heróis da saúde conterem a disseminação do Covid-19 - TOPVIEW

LIDE Paraná apoia projeto que ajuda os heróis da saúde conterem a disseminação do Covid-19

Por meio do Rooms Against Covid Brasil, profissionais da saúde que precisam se isolar para não contaminar seus familiares, encontram apoio em iniciativa voluntária

Compartilhe

O LIDE Paraná está apoiado a iniciativa do Rooms Against Covid Brasil, um movimento 100% voluntário. A ação social sem fins lucrativos, é voltada para profissionais de saúde na linha de frente de combate ao Covid-19, não apenas médicos, como também os que mais precisam de apoio: enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, fisioterapeutas. Muitos desses profissionais trabalham dois turnos/dias, com altos riscos de contágio, níveis de estresse sem precedentes dentro e fora do serviço (receio de contaminar familiares e com quem interagem). A média salarial da maioria é muito baixa; abaixo de R$10/hora.

“Estamos há meses convivendo com a pandemia, e é inquestionável que os grandes heróis nesta batalha são os profissionais da saúde. Todos nos solidarizamos quando vemos um médico, um enfermeiro arriscando sua vida na linha de frente no cuidado aos doentes, e agora podemos ajudar esses profissionais a descansarem e evitar a contaminação entre seus familiares“, destaca a presidente do LIDE Paraná, Heloisa Garrett.

Dar apoio ao Profissional de Saúde e contribuir para reduzir a cadeia de contágio é o objetivo do projeto, que realiza o trabalho fornecendo acomodações seguras, evitando assim, a contaminação de familiares e outras pessoas ao redor. Isso proporciona ao profissional mais tempo de repouso, um pouco mais de bem-estar, o que reflete na qualidade do trabalho deles.

A iniciativa oferece uma plataforma on-line para o credenciamento e reserva de acomodações temporárias gratuitas ou com preços promocionais, visando não só a segurança do alocado e de sua família, como a possibilidade de noites de descanso a esses agentes da saúde cujas rotinas trabalhistas exaustivas e escalas cada vez mais deficitárias, enfrentam situações de precarização, salários atrasados, insegurança e sobrecargas levando-os, eventualmente, ao adoecimento e desgaste emocional. Alivia, também, a situação do SUS gerando economia ao governo. Permite à rede hoteleira ocupar quartos que hoje estão desocupados.

Para que isso seja possível, o projeto entra em contato com instalações ociosas em decorrência da pandemia, oferecendo a possibilidade de ocupá-las com profissionais de saúde por uma tarifa solidária. Através de soluções tecnológicas – envolvendo voluntários, parceiros e apoiadores – a iniciativa propõe o suporte à área da saúde enquanto movimenta a economia.

A ideia surgiu em Portugal, por meio de um desafio proposto pelo governo à comunidade tecnológica, para que criassem projetos escaláveis, capazes de crescer mais rápido que o vírus. “No Brasil não temos apoio governamental. O custeio das hospedagens depende 100% de doações. Rooms Against Covid já disponibilizou cerca de 700 noites de hospedagem a 22 profissionais de saúde. Temos hoje mais de 100 pessoas em encontram na lista de espera por uma acomodação. Dispondo de recursos podemos hoje acomodar mais de 600 profissionais/dia nos convênios já cadastrados“, conta Nastássia Romanó Leite de Castro, Coordenadora do Rooms Against Covid Brasil. Por isso, o projeto está em constante busca por apoio financeiro por parte de parceiros e doadores externos, e apoio de iniciativas como o LIDE são tão importantes.

O total arrecadado é integralmente direcionado para as hospedagens. Ninguém na equipe é remunerado. Atualmente, a iniciativa que começou em Curitiba, está presente em 14 cidades – Salvador, Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Campinas, Cuiabá, Taguatinga, São Caetano, São Paulo, São Vicente, Sorocaba, Fazenda Rio Grande e Porto Alegre – com um total de 700 acomodações cadastradas.

In this article

Join the Conversation