FELIZ 2021! - TOPVIEW

FELIZ 2021!

"O que eu fiz para sair dessa? O que eu fiz para ajudar quem realmente precisava de mim para sair dessa?"

Compartilhe

Você acordou no dia 04/01/2021. Hoje é o primeiro dia útil do ano. 2020 foi muito estranho. Foi difícil passar por ele. Para muitos foi caótico. Monótono. Triste.

A resposta de alguns foi a paralisia, a de outros o otimismo, a de outros um realismo exagerado para se proteger do pior, pois como dizem esses: o segredo é não criar expectativas.

Enfim estamos aqui salvos do Coronavírus. Vacinados. Alguns falidos, outros endividados, outros piores, outros melhores. Mas estamos vivos. Um vídeo de maio do ano passado dizia: se for para recomeçar, prefiro morrer. Mas não morreu e vai recomeçar do zero. Ou melhor, do dia 04/01/2021.

OK, chega de olhar para trás, vamos em frente. Mas vou olhar um minuto e pensar: o que eu fiz para sair dessa? O que eu fiz para ajudar quem realmente precisava de mim para sair dessa?

Poderia ter ligado para os meus amigos deprimidos, assim eles me ligariam quando eu fiquei deprimido. Poderia ter sugerido para a livraria do Zé entregar em casa ao invés de comprar na Amazon. Poderia ter comprado pizza mesmo sem querer comer a pizza. Poderia ter pago a diarista 1 vez por mês ao invés de não pagar nada. Poderia ter ajudado um imigrante a achar um emprego. Poderia ter feito qualquer coisa, mas não fiz. Fiquei lendo as notícias sobre hidroxicloroquina, esperando ver o que aconteceria com o cancelamento dos voos da China para os EUA, reclamando de político.

Esses caras nunca fizeram nada por ninguém, a não ser por eles mesmos. Será que achamos que justamente na maior crise sanitária da História teríamos uma resposta diferente? Sim. Achamos.

Mas sabe quem são os verdadeiros salvadores da Pátria? Os pequenos gestos, os pequenos atos, os caras que têm um pouco de coragem de fazer qualquer coisa para ajudar um vizinho a carregar a sacola do supermercado ou mandar 2 quilos de arroz para a campanha de arrecadação de alimentos.

São esses gestos sem nome, sem cara, sem post no Instagram que fazem chegarmos aqui, no dia 04/01/2021 um pouco melhores, menos arrependidos da nossa paralisia e reclamação. Ela são justas, mas a gente poderia ter feito algo mais por alguém.

Feliz ano novo!

Sobre o colunista

Diego Godoy é headhunter e sócio da Easy2Recruit – RecrutamentoFacil.com. Trabalhou em empresas multinacionais do segmento de serviços profissionais como PwC, Michael Page e Walt Disney Company. Também é fundador do Projeto Um Por Cento, reconhecido como iniciativa oficial pelo ACNUR e que trabalha na recolocação de refugiados no mercado de trabalho do Brasil.

O headhunter Diego Godoy. (Foto: acervo pessoal).
In this article

Join the Conversation