O alongamento na quarentena é super importante - TOPVIEW
Compartilhe

O alongamento é uma técnica que tem como objetivo melhorar a flexibilidade, o exercício leva ao estiramento das fibras musculares e aumenta seu comprimento. Este normalmente é feito pelos atletas na intenção de aquecer o corpo antes de realizar uma atividade física, possui três tipos – estático, dinâmico e balístico.

Esta técnica também é benéfica para quem não quer ficar parado, mas não quer fazer uma atividade de intensidade. O Dr. Daniel Carvalho, ortopedista e traumatologista explica “O alongamento pode ser realizado por todos, ele ajuda na mobilidade e equilíbrio, é essencial neste momento de quarentena, já que muitos estão com o corpo parado e podem acabar desenvolvendo doenças”.

Para realizar um bom alongamento, é preciso conhecer antes os seus tipos. Estático, este alongamento coloca os músculos no maior comprimento possível, a posição é mantida por um tempo que pode variar de 15 a 60 segundos. Alguns exemplos são: puxar o cotovelo acima da cabeça com a mão nas costas, descer os braços em direção aos pés conforme conseguir, neste é importante colocar o peso na ponta dos dedos do pé.

Dinâmico, este realiza um movimento onde o membro vai da posição neutra até o alcance final e depois volta a posição neutra. Alguns exemplos são – chutar para frente e para trás, dar um passo a frente com uma das pernas, dobrando o joelho até formar um ângulo de 90º, voltar à posição inicial.

O Doutor ensina que o alongamento deve ser realizado diariamente, para quem está trabalhando home office é importante se alongar antes de começar, de uma em uma hora e após finalizar o serviço, assim mesmo parado, o impacto no corpo é menor.

In this article

Join the Conversation