Dia Mundial do Brincar: em tempos de pandemia, incentivar brincadeiras é essencial - TOPVIEW

Dia Mundial do Brincar: em tempos de pandemia, incentivar brincadeiras é essencial

O Dia Mundial do Brincar, criado em 1999, celebra o artigo 31.º da Convenção sobre os Direitos da Criança das Nações Unidas, reforçando que brincar é um direito

179 0
Compartilhe

Brincar é sempre uma diversão e também pode ser um bom remédio em tempos de pandemia. Além de alegrar e fortalecer o vínculo familiar e afetivo, as brincadeiras contribuem para que as crianças desenvolvam a confiança, a comunicação, a coordenação motora e o raciocínio lógico.

No Dia Mundial do Brincar, celebrado em 28 de maio, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância desse hábito.

“Toda brincadeira, seja individual, coletiva, com o próprio brinquedo ou com materiais que tenham outras funções, permite que a criança possa, por meio da representação simbólica, criar situações imaginárias das quais podem surgir elaborações importantes para o seu desenvolvimento. O corpo está nessa dinâmica permitindo à criança a reflexão a partir do que é sentido no movimento, levando a descobertas de potencialidades até então nem imaginadas”, explica a coordenadora do Setor de Voluntariado da instituição, Rita Lous.

Neste momento de prevenção e cuidados com a saúde, brincar é uma importante oportunidade de conexão também. Para estimular a criatividade em casa e reforçar os laços, a equipe do Setor de Educação e Cultura do Hospital Pequeno Príncipe preparou dicas de atividades e passatempos para os dias de isolamento social. Para conferir, basta acessar a página do Educ no Facebook.

Especialmente nesta semana, o grupo Parabolé preparou uma série de brincadeiras com as mãos, como a adoleta. Brincar é uma das coisas mais fundamentais da vida. É olhar o mundo com os olhos encantados de uma criança. É fazer o coração dar pulos de alegria. É respirar o perfume de todas as flores do mundo. É sonhar acordado um sonho bom e feliz. É como diz o médico, professor e autor norte-americano Oliver Wendell Holmes: “Nós não paramos de brincar porque envelhecemos, mas envelhecemos porque paramos de brincar”, reitera o coordenador do Educ, Claudio Teixeira.

O médico pediatra neonatologista intensivista do Hospital Pequeno Príncipe, Luiz Renato Valério, lembra que esse hábito é fundamental para o desenvolvimento de meninos e meninas. “As crianças precisam brincar. É uma necessidade importante, que precisa ser estimulada. As brincadeiras são essenciais para o desenvolvimento da coordenação, sintonia, sincronia e atenção”, completa.

O Dia Mundial do Brincar, criado em 1999, celebra o artigo 31.º da Convenção sobre os Direitos da Criança das Nações Unidas, reforçando que brincar é um direito. A data tem o objetivo de relembrar que o brincar é uma fonte inesgotável de alegria, uma atividade fundamental para o desenvolvimento do ser humano, além de ser essencial para a saúde física e mental.

Dica da Semana 

A Live Curitiba está lançando um programa de eventos culturais em espaço aberto, o Somos+Curitiba. Um local para ofertar entretenimento onde as pessoas assistirão, de dentro de seus carros, a filmes, lives, stand-up comedy, reprises de jogos de futebol e shows que acontecerão no palco da Live Curitiba com transmissão simultânea em um telão externo de 80 metros quadrados, com led para apresentações diurnas e noturnas. Todo o espaço será ambientado com luzes e temas de acordo com a atração tornando o evento uma grande experiência.

O áudio das exibições chega até os carros via rádio FM. Haverá sessões voltadas à família. Os ingressos serão vendidos exclusivamente pela internet no site e a programação está disponível no  site do evento

In this article

Join the Conversation