Seis dicas básicas de etiqueta para não errar no dia a dia - TOPVIEW

Seis dicas básicas de etiqueta para não errar no dia a dia

A consultora Maria Inês Borges da Silveira afirma que saber se portar vai desde cuidados com a aparência e postura, até com o modo de agir

578 0
Compartilhe

Para causar boa impressão, tanto na imagem pessoal, quanto na aparência, algumas regras básicas de etiqueta podem fazer toda a diferença.

De acordo com Maria Inês Borges da Silveira, consultora de Comportamento Profissional, Etiqueta Social e Internacional, Cerimonial Público e Privado e Marketing Pessoal, a principal dica é o cuidado com atitudes simples como jogar o lixo, manter a mesa de trabalho em ordem, o banheiro limpo após o uso, deixar o ambiente limpo e harmonioso. “Além disso, evitar rolos no cabelo em públicos, mascar chicletes em reuniões ou cerimônias, bocejos e espirros discretos, também são fundamentais”, ensina.

Aliás, segundo a especialista, até a postura física das pessoas, deve ser levada em conisderação. “É importante manter a postura, mantendo as costas eretas e ombros para trás, caminhando devagar e fazendo gestos delicados, evitando mexer nos cabelos ou pegar nas suas roupas enquanto conversa com alguém”, explica.

Separamos cinco dicas básicas para não errar em situações perigosas:

1) Festas x Exagero

Não exagere, essa é a regra. Nem na roupa, nem na empolgação, nem muito menos na bebida. Procure dançar sem chamar mais atenção que todo mundo e só o beba o suficiente, nada de extravagâncias.

2) Sinta-se contrariada, sem dar vexame

Muitas vezes as piores gafes foram originadas em que a pessoa até tinha (no passado) uma certa razão. Por exemplo, você está aguardando algo por horas e vem um espertinho e passa na sua frente. Nem pense em causar barraco, falar alto ou dar escândalo. Mantenha a calma e tome as medidas necessárias. Chamar o gerente ou falar discretamente com a pessoa em questão já pode funcionar.

3) Não fume nos outros

Por lei, é proibido fumar em locais públicos, de uso comum. E, por essa razão, foram criadas áreas destinadas aos fumantes. É muito desagradável ter que conviver com gente que não respeita isso ou acha que só porque foi convidada para a ir à sua casa pode fumar no meio da sala. É uma questão de bom senso e respeito.

4) Roupas adequadas

Essa é uma discussão longa e antiga, mas ainda causa problemas. Se for uma festa, atente-se ao dresscode. Em outra situação, avalie. Ninguém deve ir a um evento corporativo de minissaia e decote escandaloso. E também não é legal usar paetê num batizado à luz do dia.

5) Respeite os hábitos alheios

Essa é uma dica que pode ajudar muito quando o assunto é etiqueta. Na casa de alguém que tem uma cultura diferente da sua, ou mesmo quando é uma situação nova  — como o nascimento de um bebê, por exemplo — procure respeitar os hábitos e cuidados que a família/amigos estão tomando. Se estão higienizando as mãos e tirando os sapatos para entrar no quarto, não será você a fazer diferente.

6) Muitos garfos, pouca prática

Se já cansou de estudar qual é o garfo do peixe, a taça de espumante ou o o garfo de salada, simplesmente não se afobe. Observe as outras pessoas da mesa e repita os rituais. De qualquer forma, o resumo na questão dos talheres é simples: comece sempre de fora para dentro, eles são dispostos na ordem dos pratos.

 



Join the Conversation