Alô, mães e pais de plantas: um guia para cuidar do verde - TOPVIEW

Alô, mães e pais de plantas: um guia para cuidar do verde

Listamos as plantas mais comuns em casa e os principais cuidados para mantê-las saudáveis — e vivas

243 0
Compartilhe

Se você costuma navegar pelo Pinterest, já deve ter visto aquelas referências lindas de casas cheias de plantas. De todas as cores e tamanhos, elas dão um ar mais vivo à casa, além de deixarem o ambiente mais bonito, é claro. Mas a maior dificuldade para muitos está em mantê-las vivas e saudáveis.

Patrícia Belz, proprietária da Borealis Plantas, que fica dentro do Botanique Café Bar Plantas, indica que os iniciantes comecem com plantas fáceis e depois, gradativamente, migrem para as mais difíceis. “É importante comprar plantas aos poucos para ir acostumando e entendendo o cuidado que elas precisam”, ressalta. “O segredo das plantas está em descobrir o lugar que atende as necessidades delas e não onde você quer colocá-las.”

Por isso, conversamos com a Patrícia e ela elencou as plantas mais comuns em casa e como cuidar delas.

ESPADA DE SÃO JORGE


Nível de dificuldade: facílima.
Água: basta rega apenas uma vez por semana.
Luz: pode ficar sob luz indireta, mas tolera um ambiente mais escuro.
Espaço na casa: pode ficar em qualquer lugar da casa.
“Foi muito utilizada nos anos 80, caiu da moda e retornou há alguns anos.”

SAMAMBAIA


Nível de dificuldade: difícil.
Água: rega diária.
Luz: gosta de sombra e água fresca.
Espaço na casa: não deve ficar em ambientes com vento e sol, senão as folhas queimam e caem.
“Foi muito utilizada nos anos 80, caiu da moda e retornou há alguns anos.”

MARANTA


Nível de dificuldade: médio.
Água: rega três vezes por semana.
Luz: como a samambaia, a planta tropical gosta de sombra.
“O arquiteto e paisagista Burle Marx costumava utilizar essa planta em seus projetos. Elas caíram no gosto popular nos anos 70 e fazem sucesso entre os millenials.

CACTO


Nível de dificuldade: facílima.
Água: vasos pequenos rega a cada 10-15 dias, vasos grandes de chão a cada dois meses.
Luz: o cacto precisa ficar em um ambiente com sol direto ou muita claridade, isso ajuda na floração da planta.
“O cacto, sem dúvida, é uma das plantas mais fáceis para se ter em casa. O cacto grande, de chão, por conta da periodicidade da rega, é perfeito para quem viaja muito e procura uma planta fácil.”

SUCULENTA


Nível de dificuldade: fácil.
Água: rega apenas quando a terra está seca (em torno de uma vez por semana).
Luz: ela precisa de muita claridade.
“A grande questão da suculenta é a claridade, muitas pessoas colocam elas afastadas da janela, o que causa o estiolamento, que é o crescimento desordenado em busca da luz. Além disso, se você regar muito a suculenta, ela apodrece.”

FICUS LYRATA


Nível de dificuldade: médio.
Água: rega apenas quando a terra está seca (a cada 2/3 dias).
Luz: ela precisa de um ambiente com muita claridade, ao lado de uma janela.
Dica extra: uma vez por mês regar com o adubo NPK-10-10-10.
“A Ficus é a protagonista dos ambientes decorados do Pinterest, é a planta mais desejada dos últimos anos e a procura por ela é enorme.”

*Matéria originalmente publicada na edição 234 da revista TOPVIEW.

In this article

Join the Conversation