Curitiba cada dia mais ecológica: conheça as Yellow bikes - TOPVIEW

Yellow bike chega a Curitiba – e nos enchemos de orgulho da nossa cidade ecológica <3

As bikes são liberadas pelo aplicativo da marca mediante ao pagamento do aluguel

661 0
Compartilhe

A Yellow, empresa brasileira de soluções de mobilidade urbana individual, passa a oferecer o serviço de compartilhamento de bicicletas no sistema dockless (sem estação para retirada e devolução) e patinetes elétricos em Curitiba. As Yellow bikes são liberadas pelo aplicativo da marca mediante ao pagamento do aluguel. O preço é R$ 1,00 a cada 10 minutos para as bikes e R$ 0,50 a cada minuto de uso do patinete, além de R$3 para desbloquear o aparelho.

As Yellow bikes, que estarão disponíveis inicialmente em pontos privados parceiros, podem ser usadas de segunda a segunda, 24 horas por dia, e estacionadas em qualquer lugar dentro da área de atuação da Yellow na cidade.

 
 
 
 
Visualizar esta foto no Instagram.
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Sabe onde nossas amarelinhas chegaram hoje? Em Curitiba! 😁 Nossos patinetes amarelinhos também já estão por lá. Bora contar a novidade pra todo mundo? 🚲🛴#VaiDeYellow

Uma publicação compartilhada por Yellow (@yellow.us) em 22 de Jan, 2019 às 2:26 PST

 

Já os patinetes estarão disponíveis todos os dias da semana das 7 às 21 horas em um dos 40 pontos parceiros. A Yellow disponibiliza todas as manhãs os patinetes nesses locais. O usuário pode encerrar a corrida em um desses pontos ou em qualquer local da área de atendimento. No final do dia, a Yellow recolhe os patinetes para recarga, manutenção e limpeza e, na manhã seguinte, os disponibiliza novamente para uso nos pontos privados.

As corridas podem ser pagas com cartão de crédito e dinheiro. Os créditos para uso das bicicletas poderão ser comprados em dinheiro em bancas de jornal e lojas, entre outros estabelecimentos parceiros espalhados pela cidade.

Bairros participantes da Yellow Bike

Centro, Centro Cívico, Ahu, Cabral, Juvevê, Alto da Glória, Hugo Lange, Alto da Rua XV, Batel, Seminário, Rebouças e Campina do Siqueira.

Neste Artigo

Converse com a Gente