TOPVIEW Festas: para viver em estado de poesia - TOPVIEW

Para viver em estado de poesia

A edição Festas traz á tona a celebração do amor e das pessoas que fazem os momentos felizes terem sentido e eterniza momentos únicos de celebração

804 0
Compartilhe

Há canções e há momentos
Eu não sei como explicar
Em que a voz é um instrumento
Que eu não posso controlar
Ela vai ao infinito
Ela amarra todos nós
E é um só sentimento
Na plateia e na voz
Há canções e há momentos
Em que a voz vem da raiz
Eu não sei se é quando triste
Ou se quando sou feliz
Eu só sei que há momento
Que se casa com canção
De fazer tal casamento
Vive a minha profissão

 

Canções e Momentos, de Milton Nascimento, interpretada por Maria Bethânia em Carta de Amor

Esta é definitivamente uma edição de festas!

A TOPVIEW está celebrando o amor, a amizade, a paixão, os bons momentos e as vivências que levaremos para sempre como tatuagem em nossas trajetórias.Voltar com esse título de Festas é materializar o nosso posicionamento de ser o seu Clube de Estilo de Vida. Afinal, nas nossas vidas, tem que ter de tudo, de trabalho aos momentos de celebração intensa pelo bem que é viver.

Eu tenho utilizado este espaço para expressar os movimentos importantes que essa marca tem feito nos últimos 24 meses. Ou posicionamentos editoriais em que acreditamos e com os quais buscamos atingir o maior número de pessoas. Por isso, é importante aqui registrar que vivemos um momento caótico e que festar as nossas conquistas e os marcos de vida é mais que importante, é fundamental.

E devemos celebrar com quem amamos, com quem queremos o bem e também com quem nos deseja o bem. Nossos amigos, nossos parceiros, colaboradores e, principalmente, a nossa família. Esta é uma edição para a família, afinal, é a nossa família – além de nossos amigos (pois muitas famílias são construídas por amigos também) – que faz festas com a gente. E que faz os momentos felizes terem sentidos.

Família, termo que sempre estará no meio de uma disputa sobre o seu significado e significação. Porém, no final, está ligada a pessoas do mesmo sangue ou que nos fazem bem. Sobretudo que estão desde muito tempo conosco e estarão até o final de nossos dias. Que nos apoiam, que nos cobram e que até mesmo brigam. Família que pode não ter um pai ou uma mãe, faltar um avô ou uma avó, ter até 10 filhos ou não ter nenhum. Com cachorro, gato, periquito e até papagaio. Ainda assim, para quem ama, uma família. O mundo evolui e portanto, a única certeza que eu tenho é que o amor é o único e o melhor caminho de salvação para as nossas vidas.

E esta edição de festas é o reflexo desse amor: ela está cheia de amor, transbordando de momentos únicos e mágicos vividos por centenas, milhares de pessoas. É emocionante folhear cada uma destas páginas e ver os momentos únicos que estão registrados nelas. Escrevo este texto com lágrimas nos olhos por saber o que a edição 224 registrará para a eternidade. Inícios de casamentos de pura cumplicidade, aniversários de jovens que ajudarão a construir um mundo melhor, de pessoas que fazem a diferença na sociedade e de famílias que estão em júbilo por suas conquistas.

Vamos celebrar, vamos nos emocionar, vamos até mesmo chorar de felicidade. Nunca devemos nos esquecer de nos declarar, declarar nosso amor ao outro, as nossas paixões e a nossa alma gêmea. E tem uma música-poesia do compositor curitibano Leo Fressato que serve como um voto de reafirmação do amor. Ela diz assim:

Não há nada mais lindo
Do que amanhecer num dia de domingo
E lembrar que eu tenho você
Não te prometo eternidade
Mas dias te ofereço um milhão
E deixo você com a metade do meu coração
Meu amor mon amour
Meu amor mon amour
Doce é o vento ao te encontrar (…). 

Leia mais:
Confira todas as matérias da TOPVIEW Festas 2019

Neste Artigo


Converse com a Gente