Ação da Cidadania entrega 2 mil cestas de alimentos e 2 mil kits de limpeza por meio de doações realizadas em foodtech - TOPVIEW

Ação da Cidadania entrega 2 mil cestas de alimentos e 2 mil kits de limpeza por meio de doações realizadas em foodtech

Ação faz parte da iniciativa do iFood de dobrar as doações feitas no app

39 0
Compartilhe

A ONG Ação da Cidadania distribuirá, entre esta segunda (18) e terça (19), 2 mil cestas de alimentos não perecíveis e 2 mil kits de limpeza, além de água, para diversas comunidades do Estado de São Paulo. A ação é resultado de uma parceria com o iFood, que dobrou o volume de doações feitas no aplicativo pelos próprios usuários, e com o Movimento Bem Maior.

No último mês, os clientes da foodtech doaram 80 toneladas de alimentos, representando um aumento de 249% no total de doações em relação ao período pré-COVID-19. Com isso, a empresa destinou mais de 160 toneladas para 66 mil pessoas em situação de vulnerabilidade decorrente da pandemia do coronavírus, cujo volume é distribuído pelos comitês da Ação da Cidadania em diversas cidades do Brasil.

“Estamos em um momento importante e devemos ajudar quem precisa. Por esse motivo, decidimos dobrar as doações dos nossos usuários que se sensibilizaram com as pessoas que estão precisando de alimentos e chegamos a 160 toneladas. Começamos focando esforços na proteção do ecossistema, com os entregadores, restaurantes e clientes, mas sabemos que é importante fazer mais e ajudar a sociedade como um todo”, afirma Fabrício Bloisi, CEO do iFood.

Para fazer uma doação pelo aplicativo, o usuário deve ir até a aba ‘Perfil’, selecionar o campo de “Doações” e escolher um dos três valores fixos disponíveis. O pagamento é feito via cartão de crédito cadastrado no app, que deve estar atualizado. A funcionalidade de doação é contínua, ou seja, a pessoa pode doar sempre que quiser pelo app do iFood.

“A expectativa é auxiliar nas demandas sociais emergenciais e concomitantemente atuar na prevenção distribuindo informações de cuidados básicos para controlar a disseminação do vírus, dessa forma as famílias podem ter um pouco mais de tranquilidade em suas casas e se protegerem”, afirma Carola Matarazzo, Presidente do Movimento Bem Maior.

Durante o manuseio dos itens, a ONG adota procedimentos de higiene contra o COVID-19 desde o preparo das cestas básicas até a entrega. As equipes utilizam luvas, máscaras e as cestas básicas são embaladas em um saco grosso vedado para evitar o contágio da doença. Eles também orientam as pessoas beneficiadas a importância de lavar as mãos antes de abrir as cestas e higienizar os itens antes de armazená-los.

“O prolongamento da quarentena impactou a renda e trabalho de muitos, aumentando ainda mais a necessidade de auxílio. Na região sudeste, já havia muitas pessoas impactadas pelas chuvas. Nos últimos dias, vimos a maior demanda de ajuda de nossa história e a importância de doar ganhou mais força”, diz Rodrigo “Kiko” Afonso, Diretor Executivo da Ação da Cidadania.

In this article

Join the Conversation