SELF

7 dicas para entreter as crianças nas férias de fim de ano

Especialista aponta atividades que aumentam o interesse das crianças e propiciam momentos prazerosos em família

As férias escolares chegaram, nesse período as famílias podem intercalar o descanso e as brincadeiras livres das crianças com atividades que contribui com a aprendizagem e além disso, ajuda com que elas não fiquem somente conectadas em computadores, celulares, videogames e etc.

Para ajudar os pais, Pedro Gigante, co-fundador e CEO do SuperAutor, projeto pedagógico que transforma crianças em autores de livros infantis, separou sete atividades que podem ser feitas sem dificuldade no ambiente familiar. Confira:

Explorar rótulos de embalagens

As embalagens de produtos que usamos no dia a dia podem ser um campo riquíssimo de possibilidades para a criança. Esse é um hábito importante a ser incentivado. As crianças poderão ter um contato maior com palavras e expressões e ainda ganham conhecimento sobre o que consomem e exercem cidadania. 

Leitura incompleta

As atividades com desafios são as preferidas das crianças, pois elas são competitivas e obstinadas quando motivadas a superar alguma dificuldade. Uma boa forma de atrelar a leitura ao desafio é promover a experiência de completar palavras. Além de trabalhar o reconhecimento das letras, essa atividade aumenta o repertório de palavras e testa conhecimentos sobre a gramática de cada uma delas.

Jogos de sequenciamento

Usar jogos de sequenciamento, sejam eles de números, de tarefas ou de palavras, é muito eficaz para desenvolver a concentração, habilidade importante na aprendizagem e na alfabetização. 

Montando palavras

Essa atividade é prática, barata e ecológica. Com um rolo de papel higiênico, você irá fazer um quebra cabeça de sílabas que possibilitem a montagem de diferentes palavras. A ideia é instigar a criança a montar palavras a partir das sílabas que ela tem em mãos e pensar de que formas diferentes essas sílabas podem se encaixar.

Alfabeto de tampinhas

Aqui a proposta também é a montagem de palavras, mas a criança deverá se esforçar para montar letra por letra, em vez de sílaba por sílaba. Você deve pegar garrafas, uma caixa de sapato e ilustrações das palavras que usará na brincadeira. Escreva as letras nas tampinhas e cole os bicos das garrafas na caixa. As crianças formam as palavras encaixando as tampinhas nos bicos das garrafas, conforme a ilustração que você mostrar a ela. Além de estimular o raciocínio lógico, essa atividade é ótima para melhorar a coordenação motora ao enroscar cada tampinha.

Árvore dos desejos

Aproveitando a época de dezembro, Natal é uma data comemorativa que traz uma série de sentimentos. Com isso, o sentimento de que os desejos podem ser realizados neste novo ano que está por vir é muito marcante. Por isso, nada melhor do que provocar este sentimento de esperança e renovação nos alunos, criando um lugar onde eles possam expressar seus desejos para o próximo ano, seja em forma de desenho, escrita, pinturas, o importante é dar a criação o livre arbítrio da imaginação..

Escrever o próprio livro 

Uma das melhores maneiras de engajar crianças é permitir que elas experimentem e façam as coisas sozinhas. Por isso, um caminho para incentivar o interesse pela leitura é transformá-las em autoras de suas próprias histórias, escrevendo seus próprios livros.  

O SuperAutor oferece essa atividade em sua plataforma digital. As crianças escrevem e ilustram suas histórias e montam seus livros na plataforma, podendo recebê-los impressos em casa. Além de ajudar na alfabetização e letramento, o projeto incentiva o protagonismo e a autoestima das crianças e possibilita aos familiares participarem da atividade. 

“Assim como durante o ano as tarefas escolares têm grande influência no rendimento e crescimento dos alunos, as atividades que podem ser feitas em casa também são importantes, seja para ensinar as crianças ou propiciar momentos em família, gerando resultados ainda mais positivos e proveitosos no processo de aprendizagem” explica Gigante. 

Deixe um comentário