6 lições de comportamento profissional que aprendemos com o seriado Emily in Paris - TOPVIEW

6 lições de comportamento profissional que aprendemos com o seriado Emily in Paris

Rachel Jordan, consultora de imagem e comportamento, analisa as diferenças culturais da série mais amada do momento

Compartilhe

A série Emily in Paris é o mais novo hit da Netflix e é pauta de muitas reflexões, principalmente sobre a importância de uma boa postura profissional e o impacto das diferenças culturais no dia-a-dia de uma estrangeira.

A partir da análise da série, Rachel Jordan, consultora de imagem e comportamento, cita abaixo as principais lições aprendidas no enredo e que podem ajudar a aprimorar as relações em um ambiente de trabalho. Confira:

1-   Aprenda o idioma local

Dentre os vários insights, a série mostra como é importante aprender as principais palavras que vão ajudar a se comunicar no idioma de outro país, seja quando vai apenas visitar ou morar, pois esse gesto mostra a preocupação em conhecer mais sobre a cultura e os costumes do local.

2-   Tenha um bom discurso profissional

A importância de um bom discurso alinhado e transmitido com segurança é notória em toda série, e fica mais evidente quando Emily mostra isso muito bem com suas ideias em suas redes sociais.

3-    A importância do networking

A série mostra como a cultura e os costumes entre França e Estados Unidos são diferentes e como é fundamental conhecer essas diferenças para se fazer um networking positivo, principalmente quando o assunto é trabalho. 

4–   Trabalhe o seu personal branding

Emily mostra como é importante trabalhar o personal branding. Na série, Emily trabalha sua imagem em seu instagram de maneira assertiva, o que traz visibilidade e novas oportunidades de trabalho.

5-   Atente-se ao dress-code de trabalho

Quando falamos sobre dress-code de trabalho, a chefe de Emily, Sylvie tem bom gosto, porém exagera um pouco nas fendas e nas roupas mais justas. Não que seja de mal gosto, ela tem seu estilo próprio e de muita personalidade, mas para determinados ambientes profissionais este tipo de vestimenta pode ser inadequado. 

6-   Cuidado com o trabalho em excesso

A visão que os franceses têm dos americanos é que eles vivem para trabalhar, e não tem tempo suficiente para desfrutar da vida pessoal. Ao contrário deles, os franceses trabalham para viver e sabem mais aproveitar a vida, um exemplo é o horário de almoço de trabalho, que é mais demorado do que em outros lugares do mundo. Podemos tirar exemplos bom disso, por trabalho em excesso pode ser muita maléfico para a saúde

In this article

Join the Conversation