6 brincadeiras pedagógicas para entreter as crianças em casa - TOPVIEW

6 brincadeiras pedagógicas para entreter as crianças em casa

Coordenadora pedagógica do Colégio Renascença ensina brincadeiras educativas para dentro de casa

121 0
Compartilhe

Acostumadas a gastar muita energia durante o dia, as crianças podem se sentir bastante estressadas após dois meses de distanciamento social. No entanto, a quarentena não precisa ser sinônimo de tédio. A coordenadora pedagógica do Ensino Fundamental (anos iniciais) do Colégio Renascença, Lucila Sarteschi, recomenda algumas brincadeiras que podem ser feitas dentro de casa para entreter e estimular pedagogicamente os pequenos.

Construa um calendário – Uma das principais preocupações dos pais é como construir uma rotina minimamente viável durante a quarentena. Uma dica é pedir auxílio das próprias crianças para construir um calendário com algumas folhas de sulfite, lápis de cor, colagens e o que mais a imaginação mandar.

“Criar um calendário estimula a organização, a autonomia, a aprendizagem sobre o funcionamento dos números e a identificação da passagem do tempo. No calendário pode constar, além do horário das aulas, alguma tarefa que ele faça para contribuir com a organização da casa, como arrumar a cama ou mesmo o horário de trabalho dos pais no home office”, diz a coordenadora.

Placas Divertidas – Por que não aproveitar este período para fortalecer a cumplicidade entre pais e filhos? A proposta dessa brincadeira é criar placas divertidas para contar sobre os interesses, gostos e emoções. Por exemplo, qual o filme preferido ou que passeio foi o mais marcante. Vale fazer em uma folha de sulfite, em uma cartolina ou qualquer outro suporte onde seja possível desenhar, pintar, fazer colagens, escrever e muito mais.

Cápsula do Tempo – Nesta brincadeira, a proposta é construir uma cápsula do tempo que será guardada em um lugar de pouca visibilidade para ser aberta no futuro –  em dias, meses, anos ou quando acabar a quarentena. “Utilize materiais que vocês têm em casa: caixa de papelão, copo plástico e outros, usando toda a criatividade. Do lado de fora da cápsula, coloque o nome e a data em que foi feita. Dentro, coloque um desenho, um bilhete, ou algo especial que vocês queiram guardar e dar para o seu Eu do futuro”, ensina Lucila Sarteschi.

Bingo – O bingo pode ser uma atividade simples para divertir a família inteira. As cartelas com letras, nomes ou números podem ser feitas pelas crianças e, além disso, a brincadeira é um ótimo estímulo para que os menores adquiram repertório e aprendam a brincar em grupo. Não esqueça, o primeiro que completar a cartela grita: BINGO!

Jogo da Forca – O tradicional jogo de forca é uma atividade fácil e que exige poucos recursos. Além disso, é um importante estímulo pedagógico, comenta a coordenadora pedagógica, Lucila Sarteschi: “O jogo da forca estimula o conhecimento das letras e auxilia a desenvolver a noção do número de letras de cada palavra”. A profissional ainda recomenda que, caso o jogo seja realizado com crianças no início do processo de alfabetização, é importante escolher palavras que façam parte do cotidiano e que já sejam conhecidas pelos pequenos.

Jogo da Memória – Além de divertido de jogar, pode ser ainda mais divertido produzir o próprio Jogo da Memória. Bastam quadradinhos de papel e lápis de cor para construir os pares. A educadora recomenda que os pares sejam feitos de acordo com a familiaridade das crianças com as letras e palavras, por exemplo: uma imagem que corresponda à lletra inicial do que está representado (Abelha – Letra A), ou palavra com palavra, ou mesmo imagem com palavra.

In this article

Join the Conversation