Papo final, com Graziela Queiroz Tavares Fuzzo

Papo final, com Graziela Queiroz Tavares Fuzzo

A entrevistada da edição de abril da revista TOPVIEW é a franqueada das marcas VR e Osklen em Curitiba

746 0
Compartilhe

Empresária de sucesso, a londrinense acaba de voltar de uma viagem à Índia. Franqueada das marcas VR e Osklen, ela revela a seguir fatos sobre sua espiritualidade e personalidade e conta um pouco sobre suas viagens e descobertas recentes

Uma lembrança de infância? Férias na fazenda dos meus avós em Carangola (MG).

Quem a inspira atualmente? A Ministra Cármen Lúcia, do STF.

Uma habilidade sua pouco conhecida? Sou muito organizada.

E outra curiosidade sobre você? Sou espiritualizada e católica praticante. Vou à missa todo domingo.

Melhor festa a que foi recentemente? Uma festa de casamento na Índia, sui generis.

Destino de viagem… Último: Índia, maravilhosa. Próximo: Grécia e Turquia, again.

Livro na sua cabeceira? A Megera Domada, de Shakespeare, pelo clube de literatura, Paixão Índia, de Javier Moro, para lembrar da viagem, e Crer ou Não Crer, de Padre Fábio de Melo e Leandro Karnal, para alimentar a alma.

Filme que mais a empolgou recentemente e série que não consegue parar de ver? A Forma da Água e Tempo Entre Costuras.

Último mimo que se concedeu? Fazer massagem todos os dias durante a viagem.

Se o dia tivesse 27 horas, como usaria essas três horas extras? Lendo e meditando.

Uma lei que mudaria? O sistema tributário brasileiro.

O que está fazendo para cuidar da saúde? Tomo complexo vitamínico, pratico yoga e treino em academia. Faço atividades físicas de segunda a sexta-feira.

Algo inusitado que recomenda que todos façam uma vez na vida? Passar 24 horas em completo silêncio.

Uma mudança importante na sua personalidade no último ano? Me tornei muito mais tolerante. Acho que é uma característica da idade (risos).

E, se não fosse você, quem gostaria de ser? Condoleezza Rice, ex-secretária de Estado dos Estados Unidos. Não sou fraca (risos).

O que diferencia ou define seu estilo? Descontração e discrição.

Última descoberta gastronômica? O Salt Bae, famoso chef turco especialista em carnes.

Um hábito que gostaria de mudar? Deixar de ser extremamente ligada e preocupada.

Consome como ar? Informação.

Sonho de consumo? Morar em uma vila italiana no interior da Toscana.

O que mais a marcou em 2017? A situação caótica a que o Brasil chegou.

E o que espera de 2018? Uma conscientização maior no mundo todo das situações de extrema pobreza e de guerra que estão assolando a humanidade.

*Matéria publicada originalmente na edição 210 da revista TOPVIEW.

Neste Artigo

Converse com a Gente