Uma singela homenagem à Richard Weber

Uma singela homenagem à Richard Weber

O fundador da Dance Paradise faleceu no dia 30 de outubro

0
Compartilhe

No último dia 30 de outubro, o Grupo RIC perdeu um de seus colaboradores, Richard Weber. Fundador da Dance Paradise, Richard tinha 42 anos e deixa esposa e um filho de 6 anos. Ele faleceu de complicações por conta de uma cirurgia no sistema respiratório.

Richard era um dos maiores incentivadores da música eletrônica e criou, há mais de dez anos, a maior plataforma destinada ao gênero no Brasil. A Dance Paradise começou como uma rádio web e hoje está presente na Jovem Pan, em dois canais por assinatura e também na internet.

Os depoimentos abaixo contam um pouco de sua trajetória e são a homenagem da TOPVIEW a esse querido colega de trabalho.

(Foto: Facebook)

“O Richard era um menino com uma alma muito grande. Veio para o nosso grupo há 11 anos, por meio de uma parceria com o meu filho, Eduardo Petrelli. Tinha uma ideia visionária, à frente do seu tempo, que era fazer com que a música eletrônica ganhasse um espaço relevante no mundo da música. Os dois fizeram um trabalho juntos, cresceram, criaram uma plataforma que saiu de uma rádio web, foi para a Rádio Jovem Pan, foi para a rede Jovem Pan, depois se transformou em um produto de vídeo. Por meio das coberturas internacionais, se tornou um programa no canal Bis da Globosat. Richard criou uma plataforma de entrega e de relacionamento com esse público da música eletrônica muito diferente e muito relevante. Era uma pessoa alegre, bonita e que pôde, com as relações que tínhamos, não só profissionalmente, mas pessoal, de amigo, trazer muita alegria para o Grupo. Perdemos uma figura que também ia nos ajudar muito no futuro do crescimento do nosso negócio. Espero que esteja bem acolhido aonde foi. O céu está em festa porque o Richard era uma pessoa muito especial.” Leonardo Petrelli, presidente do Grupo RIC Paraná

“O Richard era um cara artístico, visionário. Sempre esteve à frente do seu tempo, tanto que abriu uma rádio web em casa há 20 anos! A música eletrônica sempre foi vista como algo meio marginal, mas ele soube divulgar esse negócio e fazer a mutação dele. Isso aconteceu quando Richard migrou a Dance Paradise para o vídeo. Ele teve a sensibilidade de transmitir as sensações da música para a imagem, por isso, seus vídeos passaram a fazer tanto sucesso e a DP expandiu para a TV. Todos os grandes festivais tiveram after movies produzidos por ele, que começou como DJ aos 15 anos e costumava dizer que, hoje, os DJs não tocam mais canções. Ele me fez perceber que havia música dentro da batida do eletrônico.” Marcelo Requena, diretor de mercado da Jovem Pan, TOPVIEW e Dance Paradise, que trabalhou com Richard por mais de 10 anos

“Foram 10 anos de aprendizado mútuo. A Dance Paradise foi crescendo como um quebra-cabeças, peça após peça, e eu vi tudo isso. Conheci ele talvez no primeiro grande passo da rádio, que foi a entrada na rádio FM, na Jovem Pan de Curitiba. Com o tempo, o programa ganhou mais um dia, migrou para outras rádios até chamar atenção da Rede Jovem Pan. Ele sempre teve uma visão muito passional de tudo. Ele era o cara das ideias e as pessoas que juntava tinham uma grande capacidade de realização. Vou sentir falta do seu jeito brincalhão e torrão de ser ao mesmo tempo. Sempre tinha uma piada e um comentário, mas também sempre cobrava trabalho e postura. E o maior de todos os seus atributos, com certeza, era a persuasão e a motivação. Eu vejo a contribuição que ele deu em meus ex-colegas de Dance Paradise, que são video makers e fotógrafos de grandes DJs hoje, que abriram seus próprios empreendimentos. Eu estou na plusnetwork também sem nunca ter saído da Dance Paradise. Ninguém que passou por lá está parado hoje.” Juliana Faria, locutora da Dance Paradise

“Aprendemos muito com ele, seja no âmbito pessoal ou profissional. Richard sempre falava que a gente trabalhava para os nossos filhos, para criarmos eles para o mundo, e não para a gente.” Sergio Maslowsky, da Dance Paradise

Neste Artigo

Converse com a Gente