PODER

Existe diferença entre Open Banking e Open Finance?

Entenda como os conceitos favorecem o consumidor no mercado financeiro

O open finance e o open banking são tendências do sistema financeiro brasileiro. Em 2021, o Banco Central mudou o termo de open banking para open finance, indicando uma maior abertura do mercado brasileiro. Aqui, vamos explicar as semelhanças, características e diferenças entre os termos. 

Ambos os conceitos representam uma abertura dinâmica do sistema financeiro do país e são muito importantes para aumentar a competitividade do mercado, facilitando operações como financiamentos, empréstimos, entre outros. 

O que é open banking

O open banking, termo que em português significa “aberto”, representa a abertura do mercado financeiro brasileiro. O conceito visa permitir o compartilhamento de dados de clientes entre bancos com autorização prévia. 

Com o open banking, o ganha autonomia sobre o compartilhamento de seus dados. Assim, ele pode compartilhar seu histórico financeiro com outras instituições financeiras. Dessa maneira, ele pode negociar melhores condições para contratação de novos produtos e serviços financeiros. 

Basicamente, com o open banking será muito fácil para que o consumidor possa aproveitar os melhores serviços do mercado, podendo ter conta corrente em uma instituição e um empréstimo pessoal em outro banco, no qual não é correntista, por exemplo. 

O que é open finance

Este termo em inglês significa “finanças abertas”. O open finance é tido como uma evolução do open banking. Segundo o próprio Banco Central, seu objetivo é ampliar ainda mais a abertura financeira do sistema brasileiro, para incluir outros serviços financeiros

Isso traria uma autonomia completa do cliente sobre seus dados. Com o open finance, muitos setores do mercado financeiro poderão oferecer serviços, possibilitando uma experiência agradável e completa aos consumidores. 

Deixe um comentário