PODER

Dia dos Namorados: preço e experiência de compra estão entre as maiores preferências dos brasileiros na compra de presente

Pesquisa realizada pela Adcolony e divulgada pela Adsmovil aponta que o preço é o principal critério a ser considerado (80%), seguidos pela experiência de compra (55%), conveniência (40%), segurança (33%) e melhor escolha (25%)

Diante das restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus, as vendas por meio dos canais digitais devem responder por um percentual expressivo de todas as compras realizadas neste Dia dos Namorados no Brasil. É o que mostra uma pesquisa recente realizada pela companhia AdColony e divulgada pela Adsmovil, empresa líder em soluções de publicidade digital na América Latina e no mercado hispânico dos Estados Unidos.

Segundo o levantamento, 72% das pessoas ouvidas pretendem fazer compras online para o Dia dos Namorados. O Business Development Manager da Adsmovil no Brasil, João Sarmento, ressalta que entre as alterações nas preferências de compra, 80% afirma que o preço é o principal critério a ser considerado, seguidos pela experiência de compra (55%), conveniência (40%), segurança (33%) e melhor escolha (25%).

Sarmento também aponta que o smartphone foi apontado por 67% dos entrevistados da pesquisa como o instrumento mais utilizado para a aquisição dos itens, seguido por um pouco de cada aparelho tecnológico (celular e computador) (15%), desktop (14%) e tablet (3%). A nível de importância, 52% das pessoas que responderam acreditam que o celular é muito importante para a realização das compras no Dia dos Namorados. Em contrapartida, outros entrevistados acham pouco importante (28%), normal (10%), não importante (8%) e não tão importante (2%).

“Assim como nas datas comemorativas anteriores na pandemia, o smartphone vem sendo o principal meio para a realização de diversas atividades, incluindo as compras online, devido à facilidade na experiência do usuário. Também, vale ressaltar que as empresas estão realizando ações com cupons de desconto para incentivar o consumo por meio das suas plataformas de vendas”, comenta Sarmento. “Com a mudança de costume dos brasileiros, as companhias devem entender e investir cada vez mais no meio digital, para adaptar-se ao público que tenha essa experiência. Outro ponto importante é a comunicação, ou seja, a forma que será transmitida a mensagem para persuadir o consumidor final para acessar o aplicativo”, explica o executivo.

O levantamento mostra, ainda, que, entre as razões apontadas pelos entrevistados que pretendem fazer compras para o seu parceiro, 69% são persuadidos por anúncios para celular; 42% por visualizações online; 32% por informações completas; 24% por imagem da marca e 21% pela facilidade de utilizar o aplicativo para celular.

Entre os persuadidos por anúncios no celular, 85% compraram presentes para outras pessoas através dos seus celulares por acesso direto nas propagandas. Além disso, o tempo é algo importante neste hábito, pois 75% afirma que comprar um produto online ou offline depois de alguns dias de ver um anúncio no celular; 15% no dia seguinte; 6% depois de um mês e 4% depois de uma semana.

Preferência na experiência de compra

A pesquisa indica, também, que 42% dos respondentes preferem realizar o pedido de forma online e retirar o presente para o Dia dos Namorados na loja física. Já 30% afirmam que ambas experiências devem ser realizadas por meio online e 28% tem preferência de realizar ambos processos na loja física. Considerando os que preferem a experiência virtual, 65% realizam via aplicativo, 21% via navegador do celular e 14% não tem preferência.

Entre os entrevistados no levantamento, 55% são mulheres e 45% homens. Já sobre a faixa etária, 37% dos ouvidos têm entre 16 e 24 anos; 28%, entre 25 e 34; 10%, entre 35 e 44; 15%, entre 45 e 54; e 10% mais de 55 anos.

Deixe um comentário