Marcondes: ícones da saúde, da ciência e da moda - TOPVIEW

Marcondes: ícones da saúde, da ciência e da moda

Na coluna de estreia de Rodrigo Tineu, um bate-papo com o casal Marilene e Marco Rogério Marcondes, empreendedores do universo da moda

Compartilhe
O Casal Marcondes

Conheci Marilene e Marco Rogério Marcondes por meio do universo da moda – e viramos bests. Mas aprendi a admirá-los por muito além do estilo: pelo perfil inovador e empreendedor do casal, que está sempre a mil, liderando empresas de sucesso.

Mari, como é conhecida, é fundadora e CEO da Eora Brasil, indústria de cosméticos veganos, naturais e orgânicos. Enquanto Marco é especialista em física quântica, a partir da qual surgiu o Grupo Fisioquantic, maior indústria produtora de florais vibracionais do mundo. Entre uma viagem e outra, conversamos sobre o perfil empresarial da dupla Marcondes e os momentos mais marcantes de suas carreiras.

Confira o bate-papo com os Marcondes

Rodrigo Tineu: Apesar de terem formações diferentes, ambos têm suas atuações ligadas à saúde e ao bem-estar. Como se direcionaram para isso?

Marco Rogério Marcondes: Desde criança, sabia que seria médico e já estou há 36 anos atuando na área. Questionamentos ideológicos me levaram à física quântica há quase 30 anos e, mais recentemente, à astronomia.
Marilene Marcondes: Sempre fui muito questionadora e a área da saúde surgiu em minha vida por perguntas para as quais eu não tinha respostas que me convencessem. Cursar Farmácia me proporcionou caminhos para encontrar minhas respostas.

RT: Suas áreas exigem uma constante busca por inovação. Como vocês se atualizam?

MRM: Sou autodidata e estou, a cada dia, estudando assuntos diferentes, desde geografia até astronomia, e buscando maneiras de aplicar esses conhecimentos na medicina.
MM: Com muito estudo e participação nos mais variados congressos da área.

RT: Quais são os diferenciais dos Marcondes para se administrar uma empresa com um enfoque tão atual, como a Eora?

MM: A Eora nasceu da necessidade de fazer beleza saudável. É muito comum pacientes apresentarem exames que apontam intoxicação por componentes presentes em shampoos e maquiagens, como chumbo. Sempre busquei produtos de beleza sem contaminantes químicos, veganos e metais tidos como tóxicos e havia uma grande dificuldade em encontrá-los. Então, a Eora nasceu. Nossos desafios para unir tecnologia com ativos naturais, veganos e orgânicos são diários. Ser Eora exige estudo constante, muita inovação, pesquisa e, principalmente, não perder o foco.

E quanto ao Grupo Fisioquantic?

MRM: Ele nasceu do desejo de aplicar os conhecimentos da física moderna e pós-moderna no tratamento integrativo de pessoas, buscando longevidade e melhora da qualidade de vida. Usar florais frequenciais traz inúmeras vantagens, tanto para o prescritor como para o paciente, por ser um tratamento natural e sem contraindicações.

Qual foi o momento mais desafiador da sua carreira, Mari?

MM: A Eora me traz desafios diários, pois a criação de seus produtos, dentro das limitações do mercado brasileiro, me obriga a uma constante busca de alternativas.

Qual é a principal característica de um bom empresário?

MM: Se olharmos os grandes empresários, acredito que um dos pontos em comum é a coragem e a inovação. Porque é preciso coragem para tomar decisões difíceis até mesmo ao inovar.

*Matéria originalmente publicada na edição 228 da revista TOPVIEW.

In this article

Join the Conversation