Bruno Rosenmann: disciplina de atleta e estudos constantes impulsionaram a carreira do sócio da Allez Invest - TOPVIEW

Bruno Rosenmann: disciplina de atleta e estudos constantes impulsionaram a carreira do sócio da Allez Invest

Sócio da boutique de investimentos saiu do mundo dos esportes para encontrar em outro hobby a sua verdadeira profissão

757 0
Compartilhe
Bruno

O Bruno de 17 anos, que passava a maior parte do tempo na academia, nutrindo o sonho de ser lutador, jamais imaginaria que passaria os próximos anos em frente a um computador estudando e, principalmente, investindo na Allez Invest, a boutique de investimentos que fundou junto a cinco sócios em 2018.

Depois de receber os conselhos da família sobre seu futuro profissional, Bruno decidiu cursar o Management Experience Program, na FAE Business School. Escolha que aconteceu meio que despretensiosamente, graças a um colega de academia que já cursava a graduação em administração, que traz práticas reais do mercado para os alunos. “Minha vida era o esporte, mas eu decidi fazer [o curso] mesmo assim. Foi um tiro no escuro, mas graças a Deus acabei acertando”, comemora.

“Quando eu vi, estava completamente apaixonado… passava o dia todo vendo como estavam os investimentos.”

Bruno mergulhou de cabeça nos estudos. “No pouco tempo livre que eu tinha, decidi que eu deveria aprender mais sobre o mercado financeiro e comecei a estudar mais, a investir mais sério, buscar outras alternativas de investimento”, lembra. “Quando eu vi, estava completamente apaixonado, quase nem prestava atenção na aula, passava o dia todo vendo notícias, fazendo cálculos, e vendo como estavam os investimentos”, conta Bruno, encantado pelo hobby, mas ainda sem enxergá-lo como profissão.

Mesmo sem rumo definido, Bruno foi trabalhar na Pipefy – startup criada no Vale do Silício que desenvolve softwares de gestão de processos – como Solutions Analyst e, apesar de ter aprendido muito com essa experiência, não estava totalmente satisfeito. Resolveu voltar a estudar e escolheu o MBA em Finanças e Mercado de Capitais, na FAE Business. “A partir do momento em que eu entrei nesse curso, eu entendi que eu tinha que fazer do meu hobby a minha profissão. Eu gostava muito da área, já entendia muito e sabia o que estava fazendo”, conta.

Hoje, extremamente realizado, a rotina do Bruno mudou, mas não muito. “É um trabalho onde temos que estar constantemente estudando. Quando não estamos orientando nossos clientes, estamos estudando e sempre atentos a todos os detalhes para prestar um serviço de qualidade, trazendo a melhor e a mais completa informação”, finaliza.

Leia mais:

Renan Hamilko Barbosa: educação financeira e parceria real com o cliente

Neste Artigo


Converse com a Gente