PODER

5 motivos para arrumar as malas para Portugal com visto de investidor português

Portugal tem ganhado espaço entre brasileiros que desejam morar no exterior

Cada vez mais, Portugal tem ganhado espaço entre brasileiros que desejam morar fora. Os fortes laços culturais entre os dois países e a localização estratégica – Portugal é o país europeu mais próximo do Brasil –, a característica amistosa dos portugueses e as temperaturas amenas durante o ano todo também contribuem para o aumento do interesse.  

De acordo com dados do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, o número de brasileiros vivendo no país lusíada cresceu pelo quarto ano consecutivo e atingiu, em 2020, a marca de mais de 180 mil residentes legais, um crescimento de 21,6% em relação à 2019. Com isso, a nacionalidade é considerada a maior comunidade estrangeira na região. 

Os índices positivos também têm despertado a atenção de investidores de alto nível que buscam uma segunda residência para si e seus familiares por meio de investimentos no país pelo programa Golden Visa.  

“O Golden Visa Português é um visto de investidor que permite obter capital estrangeiro para impulsionar a economia em Portugal. Em contrapartida, o aplicante pode adquirir a residência europeia em menos de um ano”, comenta Ana Elisa Bezerra, vice-presidente da LCR Capital Partners, empresa que presta assessoria para famílias interessadas em imigrar para Portugal por meio de investimentos.  

 A especialista listou 5 razões para aplicar no investidor e arrumar as malas

1. Segurança

Portugal está entre os cinco países mais seguros do mundo. De acordo com o Global Peace Index 2021, o país está na quarta posição do ranking, ficando atrás apenas da Islândia, Nova Zelândia e Dinamarca. Com isso, está em segundo lugar entre os países da União Europeia

2. Qualidade de vida 

O país lusíada conta com boa infraestrutura, garantia de segurança, possibilidades de lazer, clima ameno, entre outras características que já colocou Portugal nas primeiras posições de ranking de qualidade de vida. Além disso, a expectativa de vida da população portuguesa é de 80 a 93 anos. 

3. Possibilidade para a família 

A modalidade de visto por meio do Golden Visa permite que o aplicante inclua membros da família ao solicitar a residência permanente portuguesa, são eles: cônjuge, filhos com até 25 anos de idade (desde que dependentes) e pais do candidato ou companheiro dependentes economicamente do investidor.

4. Portas abertas para a Europa 

O Golden Visa também permite que o aplicante e seus dependentes tenham mais acesso ao desenvolvimento profissional e de educação em todos os países da Comunidade Europeia, além de poder solicitar o passaporte europeu após 5 anos.

5. Múltiplas opções de investimento e agilidade no processo 

O programa português conta com oito opções disponíveis de investimento, sendo a mais popular por compra de imóveis. Algumas modalidades têm valor inicial de investimento a partir de 280 mil euros. Além disso, a permissão de residência permanente chega, em média, 10 meses após a aplicação para o visto. 

Mudanças à vista para 2022 

O governo português anunciou alterações nas regulamentações do Golden Visa. As novas medidas, que passam a valer em janeiro de 2022, aumentam o valor mínimo exigido em quase todas as modalidades para a aplicação do visto, além da remoção de Lisboa, Porto e Algarve como regiões qualificadas para o programa. 

“As alterações são consideráveis, mas aqueles que aplicarem antes do dia 01 de janeiro de 2022, estarão de acordo com a lei atual em mudanças nas regiões dos imóveis e nos valores de investimento”, comenta Ana Elisa Bezerra.  

Deixe um comentário