Guia da comida saudável - TOPVIEW

Guia da comida saudável

Selecionamos 16 lugares que servem opções de comida vegana, vegetariana, fit, funcional, entre outras, e explicamos o que é cada uma delas

1947 0
Compartilhe
Tasty Salad Shop | Foto: Patricia Lion.

Algo vem mudando ao longo dos anos no hábito de comer dos brasileiros: é a vontade de ter coisa mais saudável na mesa. E essa constatação vem de pesquisas como a do Instituto Datafolha, que ano passado divulgou que 56% dos estabelecimentos gastronômicos brasileiros acreditam que seus clientes estão mais interessados no consumo de alimentos saudáveis. Também de acordo com um estudo da agência de pesquisas Euromonitor, entre 2009 e 2014, o mercado de alimentação voltada à saúde cresceu 98% no Brasil, colocando o país na 5a posição no ranking mundial do segmento.

E comida saudável não quer mesmo dizer comida sem graça. Curitiba entrou na onda e lugares que servem delícias adequadas a fazer bem à saúde estão por toda a parte. A Top View visitou alguns deles.

Atenção: a maioria das casas oferecem cardápios convencionais também, não apenas as categorias destacadas nesta reportagem.

Lugares para comer

1. Sorella

Culinária vegetariana, com algumas opções veganas, sobremesas com e sem açúcar e sucos. O tradicional Sorella oferece um bufê (R$ 54/kg ou R$ 27/livre nos dias de semana; R$ 35 aos domingos) com excelente e variada gama de massas, cereais e verduras. A maior parte dos ingredientes é de procedência orgânica. Entre as sobremesas, destaque para os cremes de frutas ao iogurte natural. A lojinha vende pães, granolas e sucos.

(41) 3026-5794. Rua Marechal Hermes, 728, Centro Cívico. Segunda a sexta das 11h30 às 15h; domingo das 11h30 às 15h30. sorellacentrocivico.com.br. Tem lojinha.

2. Delight

Prato do Delight | Foto: divulgação.
Prato do Delight | Foto: divulgação.

Café e empório de produtos sem glúten, sem lácteos e funcional. O cardápio desse charmoso cantinho tem substanciosas receitas funcionais – muitas sem glúten ou lactose – e não deve em nada aos cardápios convencionais. São várias opções entre refeições e lanches bem servidos, como a omelete de três ovos com manteiga ghee (R$ 10,30) e a tapioca de frango com requeijão e castanhas-do-pará (R$17,50). Tem café com leite de coco feito na casa, sucos naturais termogênicos, chás, etc. Garantem que o ambiente é livre de contaminação cruzada (quando há transferência de traços ou partículas de glúten de um alimento para outro).

(41) 3092-0203. Rua Major Heitor Guimarães, 1.214, Campina do Siqueira. Terça a sábado das 11h às 21h; domingos das 12h às 18h. delightsaude.com.br. Tem lojinha.

3. Comidália

Ambiente acolhedor e cardápio com opções mais naturais e saudáveis. Tem como base os alimentos funcionais com menos produtos industrializados, menos açúcar, menos sódio, menos gorduras saturadas. Funciona como um café que serve delícias como salgados para vegetarianos, doces sem glúten e sucos naturais e como restaurante com bufê em horário de almoço.

(41) 3049-0130. Av. República Argentina, 30, Água Verde. facebook.com/pg/comidaliagastronomia.

4. Bistrô da Bibi

Bistrô da Bibi | Foto: Carol Sábio.
Bistrô da Bibi | Foto: Carol Sábio.

Duas amigas mudaram de profissão e começaram a se dedicar a levar uma forma mais saudável de alimentação há três anos criando um Kit Detox com marmitas congeladas. Evoluíram para o Bistrô da Bibi, misto de cafeteria e restaurante com sanduíches, sucos especiais, bolos, tortas salgadas e outras delícias saudáveis. Para almoço, diversos pratos funcionais, saladas, pratos vegetarianos e até veganos em bufê a R$ 59,40/kg. Os freezers estão cheios de marmitinhas e sopas (R$ 18 a R$ 22).

(41) 3024-4421. Rua Nilo Peçanha, 1.398, Bom Retiro. bistrodabibi.com.br. Tem lojinha.

5. Leve2Go

Leve2Go | Foto: Júnior Rodrigues/ Cookery Fotos.
Leve2Go | Foto: Júnior Rodrigues/ Cookery Fotos.

A proposta é um fast food saudável com sanduíches (R$ 15 a R$ 26,75), wraps (R$ 15,25 a R$ 25,75), saladas (R$ 16,75) e sopas (R$ 15,50) – além de deliciosas sobremesas – feitos com ingredientes fresquinhos, alguns orgânicos. Intolerantes a lactose podem avisar para que o pedido seja adaptado, assim como vegetarianos e veganos. Foi um dos indicados para comida saudável no Prêmio Top View Gastronomia 2016.

(41) 3077-3322. Al. Dr. Carlos de Carvalho, 771, Centro, e Rua Senador Xavier da Silva, 417, Centro Cívico. Segunda a sexta das 10h às 20h (Centro); segunda a quinta das 9h às 18h, sexta das 9h às 17h (Centro Cívico). leve2go.com.br. Tem delivery. Tem lojinha.

6. Funfit Faz Bem

Esta casa especializada em sobremesas funcionais é expert no quesito comer sem culpa. Tudo é sem glúten, sendo algumas receitas sem lactose. Serve delícias como brigadeiro proteico de Whey, brigadeiro com castanha-de-caju , creme de avelã e cacau proteico e o doce sucesso Chia Pudding (R$ 11) – com sementes de chia hidratadas no leite de coco, adoçado com açúcar demerara e coberto com coulis de frutas vermelhas. O kit de quatro minicoxinhas sem glúten assadas feitas com massa de batata doce, farinha de grão-de-bico, leite vegetal e ovos e recheada com frango desfiado, empanada com linhaça custa R$ 15 na lojinha, que tem leites vegetais, chás, sucos e tudo o que é servido na casa.

(41) 3501-7702. Rua Rocha Pombo, 280, Juvevê. Terça a sexta das 12h30 às 19h, sábado e domingo das 14h à 19h); também no ParkShoppingBarigüi, Shopping Estação e Shopping Palladium. facebook.com/pg/funfitgourmet. Tem lojinha.

7. Madero

Há pouco mais de um ano o Madero introduziu em seu menu a linha Fit, que oferece pratos e sanduíches preparados com ingredientes funcionais como trigo integral, grãos, sementes e creme de palmito, tudo com menos sódio e menos carboidrato com e/ou sem carne. Além de oferecer opções para quem busca uma alimentação mais leve, a linha Fit proporciona a inclusão de pessoas com restrições alimentares – como é caso da blogueira especializada em alimentação saudável Pati Bianco (do blog Frufruta), que ajudou a casa a elaborar a nova linha. Está disponível em todos os restaurantes Steak House. restaurantemadero.com.br

8. Mambavegan Hamburgueria

Mambavegan Hamburgueria | Foto: Diego Cagnato.
Mambavegan Hamburgueria | Foto: Diego Cagnato.

Oferece opções de hambúrguer vegetarianos, veganos e alguns sem glúten. O ketchup delicioso é caseiro. Tem até chocolate quente feito à base de leite de coco caseiro e cacau. Todos os dias, das 17h às 19h, tem promoção com um sanduíche a preço especial (R$ 12). Um dos destaques é o Mamba: pão de hambúrguer com gergelim, pasta de manjericão, hambúrguer de milho com alho poró, tomate fatiado, alface roxa, picles e, acompanhando, porção de couve flor empanada.

(41) 3040-8070. Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1.345. De terça a sexta das 17h às 23h, sábado das 14h às 23h. facebook.com/mambavegan.

9. Quintana Café e Restaurante

O restaurante da chef Gabriela Carvalho – uma das vencedoras do Prêmio Top View Gastronomia 2016 – é referência de cardápio saudável na cidade. Serve carne, mas também uma refeição vegetariana completa. A proposta é a de um menu com cerca de 70% de seus ingredientes orgânicos, a maioria de cultivo local e adquirida diretamente dos produtores. A cada dia serve uma inspiração gastronômica diferente, proveniente de diversas regiões do mundo. O bufê de almoço custa R$ 42/livre ou R$ 69,90/100gr durante a semana ou R$ 59/livre no final de semana.

(41) 3078-6044. Av. do Batel, 1.440. Todos os dias das 11h30 às 16h. quintanacafe.com.br.

10. Mahatma Gourmet

Mahatma Gourmet | Foto: Cris Partica/ TC Estúdio.
Mahatma Gourmet | Foto: Cris Partica/ TC Estúdio.

O rico bufê vegetariano é composto por ingredientes frescos e temperados com ervas e condimentos especiais. São dez pratos quentes inspirados nas culinárias japonesa, francesa, italiana e tailandesa, além de saladas e sobremesas. O custo é R$ 28 por pessoa nos dias de semana e R$ 35 por pessoa nos finais de semana. Há opção por peso, mais econômica para quem pretende comer menos, com a sobremesa à parte.

(41) 3022-6875. Rua Professor Macedo Filho, 199, Bom Retiro. Segunda a sábado das 11h30 às 14h30, domingo das 12h às 15h. mahatmagourmet.com.br

11. Pizzeria Rigani

Pizzeria Rigani | Foto: Guilherme Pupo.
Pizzeria Rigani | Foto: Guilherme Pupo.

Para quem está evitando glúten, a deliciosa pizza na pedra da Pizzeria Rigani (R$ 34 a R$ 65 uma pizza de oito fatias) é feita com massa de mandioca, ou seja, sem trigo, e mais leve que a pizza tradicional. É bom lembrar que esta pizza, embora sem glúten e deliciosa, não deve ser ingerida por celíacos – que têm intolerância alimentar- já que o ambiente onde se faz o produto tem trigo em suspensão. Os molhos de tomate são livres de agrotóxicos.

(41) 3343-7777. Av. Vicente Machado, 2.089, Batel. Terça a domingo das 18h30 às 23h30. rigani.com.br. Tem delivery.

12. Restaurante Clorofila

A proposta é uma cozinha caseira com ingredientes locais e orgânicos baseada na culinária macrobiótica. Sopas, saladas, peixes, sucos e chás naturais, e algumas receitas especiais da casa, que também serve a veganos e vegetarianos, compõem o bufê de almoço (R$ 34,90/livre durante a semana e R$ 36,90 aos sábado; R$ 25,90/100 g). Na mercearia, opções integrais e naturais, sem açúcar, sem leite e até veganas com pães e bolos de fabricação própria.

(41) 3322-9597. Rua Saldanha Marinho, 1.110, Centro. De segunda a sábado das 9h às 18h30. facebook.com/pg/clorofila.cwb. Tem lojinha.

13. Free Fish

Free Fish | Foto: Allan Reis.
Free Fish | Foto: Allan Reis.

A Free Fish Empório de Alimentos e Bebidas traz o conceito de uma alimentação saudável baseada em produtos orgânicos e naturais. Os pratos de almoço são muito bem servidos (R$ 19 a R$ 21,90 durante a semana e até R$ 39 aos sábados). Tem petiscos como o bolinho de camarão (R$ 8,50 a porção) e outras comidinhas para beliscar com cervejas sem glúten. Garantem que não há problema de contaminação cruzada (quando há transferência de traços ou partículas de glúten de um alimento para outro) pois a cozinha só se dedica a cardápio sem glúten.

(41) 3598-7778. Rua Visconde do Rio Branco, 948. Segunda a quarta das 10h às 19h, quinta e sexta das 10h às 20h, sábado das 9h às 18h. freefish.com.br. Tem lojinha.

14. Tasty Salad Shop

Tasty Salad Shop | Foto: Patricia Lion.
Tasty Salad Shop | Foto: Patricia Lion.

O vencedor da categoria Menu Saudável no Prêmio Top View Gastronomia 2016 não tem espaço para saladinha comum. Aqui elas são bem elaboradas, como a Ginger Salad (R$ 32) com cenoura, shitake, brócolis, conserva de gengibre, molho teriaki e iogurte. Mas também tem sopas, sanduíches, wraps e outros lanchinhos, além de sucos frescos.

Alameda Prudente de Moraes, 1195, Centro; Rua Moyses Marcondes, 405, Juvevê; Avenida Cândido de Abreu, 526; segunda a sexta das 11h30 às 19h e sábado das 11h30 às 15h (Prudente de Moraes e Moyses Marcondes); também no ParkShoppingBarigüi. facebook.com/tastysaladshop. Tem lojinha.

15. Veg e Lev

Outro vencedor da categoria Menu Saudável no Prêmio Top View Gastronomia 2016 oferece opções leves, algumas sem glúten, algumas sem lactose. Também tem opções veganas e vegetarianas. Para quem não quer ir tão a fundo há opções com carne branca orgânica, magra e de baixa caloria. Os preços das entradas variam de R$ 16,90 a R$ 19,90 e dos pratos de R$ 22 a R$ 29. Destaque para o gnochhi de banana-da-terra e para a Tilápia Fit – filé de tilápia ao molho agridoce de abacaxi e pimentões com legumes, fatias de banana-da-terra grelhadas e mix de arroz cateto com vermelho (R$ 28,90).

(41) 3121-1218. Alameda Prudente de Moraes, 1.218, Centro. Segunda a sexta das 11h às 14h30 e sábado das 12h às 15h. vegelev.com.br.

16. Verd e Co.

Verd e Co. | Foto: Priscilla Fiedler.
Verd e Co. | Foto: Priscilla Fiedler.

Boa parte dos temperos e verduras são cultivados no local. Pizzas, bolos, sanduíches, sucos e refeições substanciosas vêm de receitas que prezam pela saúde (orgânicas e low carb, em maioria) com apresentação criativa. Tem até cardápio de happy hour, como camarão empanado e assado na farinha panko acompanhado de molho agridoce (R$ 38); o grissinni integral com homus (R$ 16), o pão de chia (R$ 12), e canapés de massa integral com salada grega (R$ 19).

(41) 3024-3033. Rua Coronel Dulcídio, 588, Batel. Segunda a sábado das 11h30 às 23h. verdco.com.br. Tem delivery. Tem lojinha.

Lugares para comprar

Celeiro Micah: produtos coloniais, sem glúten e lactose, orgânicos e dietéticos.

Rua José Domakoski, 454, Bigorrilho, (41) 3079-7969. facebook.com/celeiromicah

Pop House: referência em alimentos naturais, integrais e orgânicos e produtos sem glúten e sem lactose.

Rua Mariano Torres, 948, (41) 3029-4919. pophouse.com.br

Espaço Orgânico do Mercado Municipal: comercializa produtos orgânicos e uma enorme variedade de alimentos e ingredientes.

Rua da Paz, 608, (41) 3088-1403. mercadomunicipaldecuritiba.com.br

Almendras: a proposta do lugar surgiu pela intolerância das proprietárias ao glúten e à lactose. Tem um bom mix de produtos para intolerantes.

Rua Nilo Peçanha, 1.948, Bom Retiro. almendras.com.br

Marcas

Schär: a marca européia tem foco total em alimentos sem glúten, servindo especialmente a celíacos, mas também a quem procura evitar o glúten. A linha é bastante ampla, passando por pães, massas, biscoitos salgados e doces, cereal matinal, pizzas e lasanhas… Disponível em supermercados e lojas da cidade. schaer.com

Fit Food: massas funcionais, sem glúten e snacks saudáveis, todos com alto teor proteico, baixo índice de carboidratos e boa opção para alimentação vegana. latinex.com.br e facebook.com/brasilfitfood

Fit Cookies: marca de doces funcionais. São massas de cookies, doces proteicos como brigadeiro, beijinho e mousses de limão e maracujá; e pastas de amendoim e amêndoas. fitcookies.com.br

Refeições e kits prontos

Eat & Fit: empresa especializada em produzir e entregar dietas personalizadas – prescritas pelo médico ou nutricionista ou que façam parte de um plano alimentar . As refeições frescas e porcionadas chegam acondicionadas em embalagens próprias para micro-ondas e banho-maria. eatandfit.com.br

Prato Light: a blogueira curitibana Flavia Machioni, do @lactosenao, acaba de lançar uma linha de lanches práticos e nutritivos em parceria com a loja Prato Light. São produtos com ingredientes naturais, minimamente processados, livres de conservantes, sem glúten e lactose. Tem coxinha de frango, de legumes, trufas proteicas sem açúcar, bolinhos veganos e muito mais. www.pratolight.com.br

Para saber mais

frufruta.com.br: Pati Bianco, autora, é alérgica ao leite. No Fru-fruta ela divide suas descobertas no mundo da alimentação restritiva com receitas deliciosas e um mapa eficiente de onde comer e comprar comida saudável.

lactosenao.com: tudo sobre a rotina alimentar de Flávia Machioni e suas receitas sem glúten, nem lactose. Tem a agenda de cursos de culinária funcional sem glúten, leite, soja e açúcar refinado e até lojinha online.

Glossário

Com orientação da nutricionista Melissa Santos

Sem glúten: não usa ingredientes como trigo, centeio, cevada e malte.

Sem lactose: não usa ingredientes com traços da proteína lactase.

Orgânico:  produzido sem o uso de produtos químicos sintéticos, como fertilizantes ou pesticidas.

Vegetariano: dieta sem ingestão de carne.

Vegano: dieta sem carne ou qualquer alimento de origem animal.

Low carb: Alimentação com redução de carboidratos. Eles estão presentes, porém em pouca quantidade – e os carboidratos escolhidos são os de baixo índice glicêmico (IG), ou seja, aqueles absorvidos em velocidade mais lenta evitando picos de glicose e de insulina no organismo. São exemplos de alimentos de baixo IG a batata doce e o arroz integral.

Fit: Um contexto um pouco novo de alimentação e que pode acabar confundindo. O nome se refere mais a um nicho de mercado para vender refeições saudáveis e marmitas fit, do que propriamente um estilo de alimentação. As marmitas compreendem alimentos saudáveis, e se ajustam aqueles que não conseguem ter uma alimentação correta por falta de tempo.

Funcional: Alimentação que engloba alimentos com propriedades funcionais, ou seja, que contenham fitoquímicos e antioxidantes, substâncias capazes de auxiliar ou prevenir doenças. Vale lembrar que nem todo alimento funcional é benéfico para todos. Portanto, aqui entra a individualidade bioquímica de cada ser humano e a análise de um nutricionista para saber quais alimentos usar ou não.

Detox: Alimentação que faz uma desintoxicação no fígado, órgão responsável por muitas funções, dentro delas a metabolização de nutrientes e toxinas. É um estilo de dieta muito em evidência nos dias de hoje, uma vez que auxilia no processo de emagrecimento. Consiste em retirar alimentos que sobrecarregam o fígado, como por exemplo, leite e derivados, glúten, proteínas em excesso, industrializados, adoçantes, embutidos, refrigerantes e fast foods, e incluir alimentos que auxiliam no processo de desintoxicação do órgão. São eles: sucos verdes, folhas, verduras, legumes, frutas de baixo índice glicêmico, carboidratos de baixo índice glicêmico, grãos e infusos de ervas (boldo, dente de leão, carqueja).

Alimentação Macrobiótica: diferente do vegetariano, a macrobiótica apresenta-se, acima de tudo, como uma filosofia de vida, adequada ao meio ambiente, acompanhando o ritmo das estações do ano e trazendo benefícios para a saúde humana no combate à obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares, entre outras. Os cereais integrais, particularmente o arroz, os vegetais, as leguminosas e algas marinhas são os alimentos básicos dessa cozinha. Outros alimentos, tais como as frutas e produtos animais, são incluídos em maior ou menor quantidade.

Neste Artigo

Converse com a Gente