Slow Beauty: um estilo de vida - TOPVIEW

Slow Beauty: um estilo de vida

Helena Botelho, analista de marketing da marca Use Orgânico, explica os pilares desse lifestyle e como se adaptar a ele

Compartilhe

Slow Beauty, em tradução literal, “beleza lenta”, leva em consideração todas as áreas da sua vida. É comum associar o conceito à beleza física, mas não é só sobre a pele como também sobre o corpo, fisicamente e mentalmente. É preciso se atentar ao bem-estar. “Dormir bem e garantir que seu corpo receba uma dieta nutricional e equilibrada fazem parte do que é a Slow Beauty, porque, em sua essência, é uma opção de estilo de vida,” pontua Helena Botelho, analista de marketing da Use Orgânico.

Mas se engana quem acha que o Slow Beauty se resume só ao corpo, porque, além de tudo, ele promove a sustentabilidade, defendendo a abordagem de uma perspectiva ecológica e responsável, buscando ingredientes éticos e sustentáveis. A analista atenta sobre a importância na escolha das embalagens:

“Embalagens que podem ser recicladas são ótimas para o meio ambiente, e apenas saber que você está contribuindo para o mundo pode realmente ser um impulso! A reutilização também é uma ótima maneira de aproveitar ao máximo seus produtos de beleza. Quando seu creme noturno acabar, por que não reutilizar o frasco e transformá-lo em um vaso para uma planta suculenta?”

Além de proteger a saúde, com produtos naturais, orgânicos e veganos, que cuidam das necessidades e dos cuidados com o corpo sem oferecer riscos e danos à saúde, ele explica como conhecer a procedência dos ingredientes usados na fabricação dos produtos pode ajudar a entender a necessidade de mudança:

“Ao possuir mais informação e conhecimento sobre os ingredientes, sua procedência e seus impactos, o consumidor consegue fazer escolhas conscientes sobre sua vida. Isso pode impactar positivamente o meio ambiente a longo prazo, diminuindo a produção de lixo, promovendo o aumento da reciclagem de materiais e protegendo espécies.”

Quem quer começar a seguir o lifestyle, deve começar com pequenas mudanças em cada área de sua vida, e aos pouquinhos repensar outros hábitos cotidianos e de consumo. Pode começar com a alimentação e expandir para moda e bens de consumo, por exemplo.

Helena explica o que esperar ao adotar uma vida baseada em Slow Beauty. “O movimento Slow Beauty como um todo afeta positivamente a saúde, com rotinas e formas de consumo mais despertas e conscientes; impacta a economia, incentivando pequenos empreendedores e produtores; e protege o meio ambiente, já que geramos menos lixo e descartamos menos produtos químicos nocivos à flora e à fauna”.

In this article

Join the Conversation