Imperador das fragrâncias: conheça o perfumista por trás do Malbec

Imperador das fragrâncias: conheça o perfumista por trás da fragrância Malbec

O perfumista Napoleão Bastos Junior, membro da International Flavors & Fragrances (IFF), assina perfumes consagrados, como Malbec e Floratta in Blue

1144 0
Compartilhe
Napoleão Bastos Junior

Preparar-se para um encontro importante é quase como uma cerimônia: começa com a escolha da roupa, inclui os cuidados com o cabelo e, por fi m, o perfume ideal. O estilista francês Jean-Paul Gaultier defende até inverter essa ordem. Para ele, “o perfume é o primeiro ato do vestir”. Seja como for, a fragrância escolhida deve retratar a personalidade, o mood da ocasião e, ainda, ser tão marcante a ponto de ser facilmente reconhecida depois.

Para chegar a tal resultado, um criador de perfumes deve ter um amplo repertório olfativo e entender os comportamentos sociais de cada época. “O pessoal gosta de dizer que existem mais astronautas no mundo do que perfumistas”, brinca o perfumista Napoleão Bastos Junior sobre a exclusividade da profissão. Assim como os músicos criam melodias a partir de notas musicais, Napoleão faz arte com as notas olfativas. Foi ele, por exemplo, quem desenvolveu o Malbec, perfume que marcou os brasileiros e ficou, por anos, entre os mais vendidos de O Boticário e do país.

“O pessoal gosta de dizer que existem mais astronautas no mundo do que perfumistas”

Fenômenos como o Chanel n° 5, que conquistou até Marilyn Monroe, surgem quando o perfumista consegue atingir a harmonia perfeita. “É um resultado estético e uma harmonia muito feliz entre os ingredientes. Eles geram um prazer que os outros não geram”, analisa Napoleão. O linalol, um dos componentes usados na famosa fragrância francesa, é um dos aromas preferidos do perfumista. “Foi a primeira matéria-prima com a qual tive contato na vida. Para se ter uma ideia, [na infância] eu peguei um pouquinho do linalol, coloquei álcool e usei por três semanas”, relembra.

Napoleão Bastos Junior
Napoleão Bastos Junior (Foto: Luiza Bogu).

Uma fragrância para gerações

A elegância de sua personalidade se traduz nos perfumes que cria: do frescor e da leveza das notas do Floratta in Blue às características frutais e florais do óleo do Jasmim Sambac, presentes no Elysée Blanc, nova fragrância que assina para O Boticário. Napoleão faz o que faz “porque não sabe fazer outra coisa” – nem precisa. Em seus 45 anos de carreira, já desenvolveu mais de cinco mil ensaios (tentativas de perfumes) e integra a casa de fragrâncias International Flavors & Fragrances (IFF), uma das gigantes do segmento. A inspiração para tanto vem, em especial, da natureza: “O comportamento humano modula e guia nossa inspiração, mas o que me inspira, sem dúvida nenhuma, é a natureza.” 

Napoleão Bastos Junior
Napoleão Bastos Junior (Foto: Luiza Bogu).

Seu caminho no universo da perfumaria começou na infância, quando acompanhava o pai em sua fábrica de sabonetes. Após finalizar a graduação em Engenharia Química, foi naturalmente migrando para a confecção de fragrâncias. “Tinha mais ou menos 40 matérias-primas [na fábrica], que já eram sufi cientes para fazer vários tipos de perfume. Eu fazia para usar e, às vezes, para tentar conquistar alguma namorada – deixando bem claro que nem sempre funcionava (risos).”

Mesmo com uma carreira consolidada, Napoleão reforça a importância de entender e celebrar os fracassos tanto quanto as vitórias. Ninguém consegue prever quando nascerá uma nova fragrância que perdurará por gerações – os perfumistas seguem sempre tentando.

Como escolher o perfume ideal:

O perfumista elenca três dicas básicas para quem está em busca do perfume perfeito:

01. Primeiro, é preciso levar em conta como a fragrância adapta-se a cada um. “O perfume que fica bem na sua amiga nem sempre fica bem em você”, explica Napoleão Bastos Junior.

02. Vá à loja, escolha um ou dois perfumes, borrife na pele e dê uma volta antes de eleger o vencedor. “É importante acompanhar o perfume na pele por pelo menos uma hora para ver como ele se comporta”, ressalta.

03. Procure o conceito do perfume antes: isso pode ajudar a entendê-lo melhor

* Matéria publicada originalmente na edição 225 especial Homens.

Leia mais:
O que tem na Caixa do Macho? Porquê repensar a masculinidade

In this article


Join the Conversation