Mitos e verdades sobre a cirurgia de rinoplastia - TOPVIEW

Mitos e verdades sobre a cirurgia de rinoplastia

O cirurgião plástico Regis Ramos tira as dúvidas mais frequentes sobre uma das cirurgias mais procuradas do momento

Compartilhe

Seja grande, pequeno, arrebitado, angulado, torto.. o nariz é o principal responsável pela harmonia da face. A insatisfação com a cavidade nasal, em algum momento de nossas vidas, é inevitável, e muitos acabam optando por procurar a Rinoplastia.

Uma das cirurgias mais procuradas nos consultórios, algumas vezes apenas por questões estéticas, mas outras por saúde. Apesar de ser um procedimento tão popular, ainda há uma série de mitos que o rodeiam. O cirurgião plástico e membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Regis Ramos, desmistifica a cirurgia em perguntas e resposta.

É muito dolorosa?

Mito. Na rinoplastia moderna, temos queixas cada vez menores de incômodo no pós-operatório, os relatos dos pacientes se assemelham ao um resfriado leve, como entupimento do nariz e coriza.

É possível identificar quando alguém fez cirurgia?

Verdade. Quando a rinoplastia é realizada com exagero, não obedecendo as proporções e o contorno da face, facilmente pode ter um resultado insatisfatório. É prudente que o paciente procure sempre um cirurgião plástico, especialista nesse procedimento, para realizar sua tão sonhada rinoplastia. Sabemos que para aumentar as chances de sucesso é necessário que o cirurgião tenha bastante experiência em rinoplastia e nunca deixar se levar por fotos de antes e depois (Instagram).

Qualquer um pode fazer a cirurgia?

Mito. A cirurgia de rinoplastia está indicada a partir dos 15 anos, pois acredita-se que a fase de crescimento dos ossos e cartilagens tenha se encerrado.  E, independente da idade, a rinoplastia pode ser realizada desde que tenha realizado avaliação e exames pré-operatórios preconizado para a cirurgia de rinoplastia.

Os resultados são imediatos?

Mito. Nunca se deve espera um resultado imediato na rinoplastia. Pois sabemos que ele começa aparecer em torno de 3 a 12 meses dependendo do caso, bem como da evolução e cicatrização de cada paciente.

A cirurgia pode ser realizada mais de uma vez?

Verdade. Quando não tiver um resultado satisfatório, pode sim realizar outra cirurgia, desde que aguarde um tempo mínimo de 6 meses. Esse é o tempo mínimo para que o nariz esteja com o mínimo possível de fibrose e próximo ao resultado final.

A cirurgia diminui o ronco?

Verdade. Quando a via aérea é prejudicada pela obstrução nasal ou há insuficiência (fraqueza) das válvulas nasais, utiliza-se uma técnica específica para estruturação do nariz, e consequentemente um ganho considerável na maioria das queixas de ronco.

A cirurgia pode alterar a respiração?

Verdade. Quando o paciente apresenta queixas respiratória ou cansaço ao realizada atividades físicas, deve solicitar um exame de imagem (Tomografia Computadorizada) para avaliar a parte funcional. Detectando-se alguma alteração, como desvio de septo ou hipertrofia dos cornetos, entre outras, encaminho ao otorrinolaringologista para avaliar a necessidade de realizar em conjunto com o cirurgião plástico a parte da função respiratória.

In this article

Join the Conversation