FASHION

Fashion Week Milão: Brunello Cucinelli aposta em um verão vibrante e otimista em nova coleção

Peças apresentadas na semana de moda de Milão chegam ao Shopping Cidade Jardim em março do ano que vem

Desenvolvida num estado de espírito confiante e repleto de novos estímulos, o verão 2022 de Brunello Cucinelli aposta numa atmosfera positiva, irradiando alegria, energia e vitalidade.

LEIA TAMBÉM: Semana de Moda de Milão: o que rolou no circuito de moda italiano

O desejo de se vestir bem volta à vida, com despojamento, aliando fluidez e versatilidade com toques glamorosas, um choque de energia com equilíbrio entre elegância e tranquilidade.

Cores

(Foto: divulgação)

A coleção deixa sua marca em tons brilhantes e saturados de cores que representam liberdade e movimento. Vermelhos vibrantes, amarelos minerais e verdes emanam vibração, harmonizando-se facilmente a uma gama de tons neutros (um clássico Brunello), com beges claros, azuis serenos e cinzas metropolitanos.

Visão geral 

(Foto: divulgação)

O trabalho artesanal, os materiais luxuosos e as cores vibrantes estão ligados ao apelo natural, o verdadeiro foco da nova coleção. Elementos casuais são combinados a um caráter luxuoso, em que o conforto influencia o estilo sofisticado e urbano.

Referências esportivas reverberam em algumas das roupas mais preciosas da coleção, como os conjuntos desconstruídos em popeline ou camurça, que herdam o gosto da alfaiataria informal.

Temas e materiais 

(Foto: divulgação)

O couro perfurado, popelines leves, malhas femininas bordadas em estilo tricô combinadas com materiais nobres e rústicos, espalham a sensação de liberdade, leveza e facilidade em looks e acessórios.

O apelo espontâneo do jeans permeia toda a coleção, com novas variações de azul ou cinza e um detalhe icônico que remete ao estilo dos bolsos western.

As linhas geométricas de Argyle, vindas do universo do esporte e dos clubes masculinos, são reinterpretadas em crochês superfemininos. O jacquard com efeitos tridimensionais ganham aparência delicada, com uma combinação de fios rústicos, macios e napa.

Malha

(Foto: divulgação)

Nas malhas, os padrões da estação ganham um fascínio especial. A estampa geométrica Argyle é enriquecida por texturas especiais, tramas de jacquard e perfurações, introduzem efeitos de malha, por bordados brilhantes e plumas fluidas.

Fios rústicos, fibras naturais nobres e materiais modernos são maximizados por pontos largos e detalhes brilhantes. Os suéteres trazem um ar natural e descontraído.

Calças e saias 

(Foto: divulgação)

Formas minimalistas, suaves e descontraídas são realçadas. Pregas, suspensórios e estampas clássicas do guarda-roupa masculino são combinados a uma atitude feminina.

Texturas e silhuetas versáteis e femininas elevam o estilo das saias, que podem transitar entre o dia e a noite facilmente. Padrões bordados se alternam em cores que chamam a atenção, exaltados pela transparência do organza.

Acessórios

(Foto: divulgação)

A cor também assume um papel importante nos acessórios, onde as camurças e couros macios expressam uma ideia minimalista e sofisticada. Nos calçados, a gama de cores é realçada pela mão-de-obra artesanal, com trançados feitos à mão em tamancos e mules.

As bolsas são desenvolvidas em novos modelos, suaves e funcionais podendo também aumentar de tamanho tornando-se elementos-chave nas criações dos looks da estação.

Deixe um comentário